Analfabetismo digital

sexta-feira, 27 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra

A EVOLUÇÃO dos meios tecnológicos que hoje se encontram à nossa disposição está longe de ser compartilhada por todos. O analfabetismo digital constitui, na moderna sociedade da informação, um meio de exclusão social a que temos que dedicar nossa atenção. O fenômeno é mundial e no Brasil não é diferente.

ENTRETANTO, a chamada Tecnologia da Informação e Comunicação - a TI -, tem um enorme potencial para promover o desenvolvimento do país. Desde que, evidentemente, utilizada na resolução dos problemas que a sociedade experimenta nos diversos setores de atividade e principalmente se forem efetivamente colocadas ao serviço de cada cidadão.

NUMA ERA de informação veloz, de liberdade democrática dos meios de comunicação eletrônicos, o uso da informática se expande dia a dia, exigindo pronta resposta das autoridades governamentais. Afinal, a inclusão do Brasil no cenário mundial, por questões de sua economia e importância estratégica para as nações em desenvolvimento, não pode prescindir, também, da inclusão digital da sua população.

O AVANÇO do uso da internet de banda larga gratuita está permitindo que um número cada vez maior de usuários esteja conectado ao universo digital. Em inúmeras cidades brasileiras os cidadãos têm acesso à banda larga e gratuita para internet em repartições públicas, praças, hospitais e escolas, sem falar nos centros de cidadania. A cidadania digital ganha espaço junto à população, exigindo do poder público acompanhar esta evolução.

NOVA FRIBURGO também precisa acompanhar esta evolução, oferecendo os benefícios da comunicação de forma ampla e gratuita, como vem sendo praticado, abrindo os horizontes da sua juventude e permitindo o livre acesso à informação. Chegando aos 200 anos, nada mais contemporâneo que implementar a tecnologia a serviço da população. Um desafio, porém, se resolvido, colocará o município no mapa da inclusão digital.

TAGS: