Voluntários e guarda-parques que combateram fogo no Caledônia são homenageados

Além dos agraciados, cerimônia contou com a presença de autoridades municipais, gestores, coordenadores e funcionários do Parque dos Três Picos
sábado, 09 de novembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
(Foto: Fernando Moreira)
(Foto: Fernando Moreira)

Depois do trabalho, o reconhecimento. O Parque Estadual dos Três Picos, vinculado ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea), promoveu neste sábado, 9, uma solenidade para agradecer e homenagear os guarda-parques e voluntários que combateram arduamente o incêndio que consumiu quase dez hectares de mata no Pico do Caledônia em meados de setembro, situação amplamente noticiada por A VOZ DA SERRA. A cerimônia foi realizada no auditório do Centro Administrativo César Guinle, no Centro, e contou com a presença de autoridades municipais, gestores, coordenadores e funcionários do Parque Estadual dos Três Picos, além do grupo de voluntários ‘Guardiões da Montanha’.

O evento foi conduzido por Rominique Schimidt, coordenador do Núcleo Salinas do Parque Estadual dos Três Picos, e compuseram a mesa o secretário Municipal de Turismo, Ricardo Reis; o presidente do Centro Excursionista Friburguense (CEF), Cláudio Tardin; o subsecretário Municipal de Meio Ambiente, Alexandre Sanglard; Vágner Schumaker, voluntário e membro do grupo ‘Guardiões da Montanha; Leomir Ferreira, coordenador do Serviço de Guarda-Parques do Parque Estadual dos Três Picos; e Leonardo Soares, coordenador do Núcleo Operacional de Teresópolis.

Também presente à solenidade, a gestora da unidade, Maiara Barroso de Faria, que também é engenheira e perita ambiental, destacou a importância de um evento dedicado a reconhecer os esforços de todos aqueles que trabalham duramente pela preservação do meio ambiente, nesse caso específico do Pico do Caledônia, um dos principais pontos turísticos de Nova Friburgo.

“Era uma obrigação fazer essa homenagem. Depois daquela semana complicadíssima para a unidade em que tivemos dez focos de incêndio ao mesmo tempo dentro da área do parque, que é praticamente o parque inteiro pegando fogo, precisamos muito da ajuda desses voluntários. Sem eles a gente não teria conseguido eliminar alguns focos, especialmente no Pico do Caledônia, que era um dos maiores. Então a gente devia a eles esse reconhecimento pelos serviços prestados. E também aos nossos guarda-parques porque estão no dia a dia com a gente, não apenas no combate aos incêndios, mas em outras ações também. Eles não poderiam ficar de fora dessa homenagem”, declarou Maiara.

Por ser uma cidade rodeada por muita natureza, em Nova Friburgo turismo e meio ambiente caminham lado a lado. Cientes dessa importância, o secretário de Turismo e o subsecretário de Meio Ambiente participaram do evento e elogiaram a iniciativa do Parque Estadual dos Três Picos em homenagear essas pessoas.

“Esses homenageados são pessoas que tiveram iniciativa e coragem para atender prontamente ao chamado do Inea para combater os focos de incêndio, principalmente no Pico do Caledônia. A gente sabe que não é fácil esse trabalho, é algo muito perigoso. Então é um desprendimento muito grande dessas pessoas. Nada mais justo que o Parque promover essa homenagem a eles”, disse Alexandre Sanglard, subsecretário de Meio Ambiente.

“O Pico do Caledônia remete imediatamente à Nova Friburgo. E eu participei in loco vendo o sofrimento deles nesse árduo trabalho de combate ao incêndio. É uma homenagem mais do que justa porque são pessoas que deixaram suas casas, suas famílias e seus trabalhos para ajudar no combate ao incêndio no nosso lindo Pico do Caledônia. E deu certo, tanto é que hoje temos aqui motivos para comemorar, apesar do estrago causado pelo fogo”, completou Ricardo Reis, secretário de Turismo.

Visivelmente emocionado, Vagner Schumaker, que é representante do grupo ‘Guardiões da Montanha’ e um dos homenageados na solenidade, agradeceu o reconhecimento do Parque Estadual dos Três Picos.

“Para nós do grupo ‘Guardiões da Montanha’ é motivo de muito orgulho e alegria estar aqui recebendo essa homenagem. Pra mim, especialmente, que sou morador do Pico do Caledônia, participei dessa mobilização dos voluntários e trabalhei intensamente no combate a esse triste incêndio, é realmente um dia de muita alegria. Não tenho nem palavras”, disse Vagner Schumaker.

O Pico do Caledônia

Uma das maiores elevações da Serra do Mar, o Pico do Caledônia fica situado na divisa dos municípios de de Nova Friburgo e Cachoeiras de Macacu, e está inserido no Parque Estadual dos Três Picos. Com 2.257 metros de altitude, possui uma das mais belas vistas de Nova Friburgo e de outras localidades próximas podendo-se até visualizar a Baía da Guanabara e uma parte da cidade do Rio de Janeiro.

O Parque Estadual dos Três Picos

Criado por decreto estadual em 5 de junho de 2002, o Parque Estadual dos Três Picos conta com uma área total de 65.113,04 hectares, abrangendo, além de Nova Friburgo, parte também dos municípios de Teresópolis, Guapimirim, Cachoeiras de Macacu e Silva Jardim. 

O Parque tem com objetivo assegurar a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica da porção fluminense da Serra do Mar, bem como recuperar as áreas degradadas ali existentes e preservar espécies raras, endêmicas e ameaçadas de extinção ou insuficientemente conhecidas da fauna e da flora nativas. Além de integrar o corredor ecológico central da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro, assegurando a manutenção das nascentes e dos corpos hídricos que abastecem as cidades circunvizinhas, também são propósitos da unidade estimular as atividades de recreação, educação ambiental e pesquisa científica quando compatíveis com as demais atividades desenvolvidas.

 

Foto da galeria
TAGS: Parque Estadual dos Três Picos