Victor Dias vence mais uma no MMA, desta vez pelo WOCS 49

Já Aline Féu faz boa luta, mas árbitros declaram mexicana vencedora
segunda-feira, 26 de março de 2018
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)
Ao lado do mestre Anderson França, a confirmação de mais uma vitória na carreira do friburguense
Ao lado do mestre Anderson França, a confirmação de mais uma vitória na carreira do friburguense

Na estrada percorrida por Victor Dias, até o momento, há apenas espaço para vitórias. O lutador de Nova Friburgo voltou a ter o braço esquerdo erguido pelo juiz após uma luta de MMA na noite do último sábado, 24, quando venceu Fernando Leitão no card principal do WOCS 49, na categoria até 57 quilos. O evento foi realizado no Hotel Laghetto Stilo, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Foi a nona vitória consecutiva de Victor Paçoca, como é conhecido no mundo do MMA.

Agradeceço a Deus e a Nossa Senhora por mais uma vitória. Às vezes não é do jeito que idealizamos e treinamos duro para que seja, mas eu aceito a vontade de Deus. Se era para ser desta forma, que seja. Eu estava treinado e preparado para acabar com a luta de forma rápida, segura e objetiva. Agradeço aos meus professores Denver, Anderson, Phillip, Tatá, Willian e Hugo, pois me dão a confiança de saber que sou treinado pelos melhores”, resume.

O tom de “lamentação” do friburguense se deve ao fato de a vitória ter acontecido por desclassificação do oponente, resultando em um placar de 4-0. A luta começou com ambos buscando os golpes pelo alto, até que Victor conseguiu levar Leitão para o chão, buscando impor a sua especialidade, o jiu-jítsu. Neste exato momento, quando os dois lutadores encaixaram o melhor golpe, Victor foi atingido por uma violenta cotovelada na cabeça, na altura da nuca, algo proibido nas lutas de MMA. O árbitro interrompeu a luta, uma vez que o friburguense precisou ser atendido. Momentos depois, encerrou o combate ainda no primeiro round e declarou Dias vencedor.

“Obrigado TFT, DAJJ, AFTEAM, minha família, amigos e todos que torcem por mim. A finalização ficou para a próxima, mas a vitória continua ao nosso lado. Agradeço também aos patrocínios da Duda Damewer, Honeybe e Datahex, além dos apoios da Neon Pet Shop, Drogaria Ponciano e Fight CO”, listou Victor Paçoca.

O WOCS Rio é um dos eventos mais importantes de MMA do país, e contou com transmissão ao vivo do canal Esporte Interativo. Victor Paçoca, especialista em jiu-jítsu, cada vez mais ganha espaço no mundo das artes marciais. Em novembro, no último desafio até então, havia vencido Klinger Pinheiro, também no Rio de Janeiro.

Aline Féu faz boa luta, mas árbitros declaram mexicana vencedora

As imagens estão nas redes sociais. Aline Féu buscou a luta, conectou bons golpes sobre a oponente e parecia ter feito o suficiente para vencer Raquel Veloz em sua estreia no MMA Profissional, na categoria até 47 quilos. No entanto, os juízes da Liga Feminina de MMA "Fearless" entenderam que a experiente lutadora mexicana mereceu sair com a vitória na última sexta-feira, 23, na Cidade do México. 

 “Admito que estou na bronca e decepcionado com a decisão dos juízes. Aline venceu claramente a Raquel Veloz. Os vídeos estão nas redes sociais para todos fazerem suas próprias análises. Não tem outro termo, nós fomos prejudicados. Os vídeos não mentem. Estrear no cartel com derrota não é problema quando se perde com dignidade. Mas tudo bem, vamos em frente”, avalia Wilson Féu, marido e treinador de Aline, que pede ainda uma nova avaliação das imagens pelos organizadores.

“No meu coração, no povo brasileiro e dos mexicanos nós ganhamos, estreamos com vitória. Esperamos que toda luta seja analisada profissionalmente pela Liga. Estamos muito orgulhosos da Aline. Ela fez um grande trabalho e foi a campeã, sem dúvidas”, completou Wilson Féu.

Natural de Duas Barras e moradora de Nova Friburgo por muitos anos, Aline Prismo Machado, a Aline Féu, teve a oportunidade de se mudar para o exterior ano passado, passando a treinar com o marido, o mestre friburguense Wilson Féu. “Fiquei muito feliz com essa oportunidade de representar o Brasil. Agradeço a todos da equipe DDR JJ Karatê, Pro-k Del Valle e ao presidente da Liga Fearless, Miguel Rendón, por acreditar em nosso trabalho", garantiu Aline.

TAGS: MMA | UFC