Vereador questiona destino de venda de ações para aquisição da Ypu

Há quem aposte numa grande obra para a construção de um novo prédio onde funcionava a antiga Rodoviária Leopoldina
sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Vereador questiona destino de venda de ações para aquisição da Ypu

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores desta quinta-feira, 13, aprovou requerimento de informação protocolado pelo vereador Norival, questionando qual a “destinação dos recursos adquiridos através de venda de ações, com o objetivo de adquirir a propriedade onde funcionava todo o complexo da antiga Fábrica Ypu”, comenta a coluna do Massimo.

A pergunta é muito oportuna, embora saibamos que se trata de recurso amarrado por lei municipal para a realização de investimentos bem determinados, não podendo ser redirecionado, por exemplo, para custeio, lembra a coluna. Mas, claro, existe um detalhe importante aí: estamos falando de montante próximo a R$ 25 milhões, e isso faz muita diferença.

Vozes de bastidores, muitos meses atrás, já profetizavam que o governo não iria apresentar mais recursos na busca por adquirir o imóvel da fábrica Ypu.

O fato é que tem gente que anda sonhando com esse dinheiro, e há quem aposte numa grande obra para a construção de um novo prédio onde funcionava a antiga Rodoviária Leopoldina, entre outras obras que devem consumir apenas uma parcela dessa bolada.

Até porque a graça, claro, está na parcela que não será investida.

Há que se ficar de olho muito vivo em relação a isso daí.

O vereador Sérgio Louback levantou a questão, e o vereador Norival deve preparar peça complementar solicitando informações a respeito do destino da polpuda comissão do leiloeiro nessa história aí.

É de se esperar que o plenário aprove igualmente tal questionamento.

TAGS: Governo