Sucessão de Renato Bravo começa a ser discutida nos bastidores

Três vereadores, um deputado e dois empresários cogitam disputar a Prefeitura de Nova Friburgo
quinta-feira, 24 de janeiro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Sucessão de Renato Bravo começa a ser discutida nos bastidores

No regime democrático, ao menos em teoria, qualquer cidadão que atenda a pré-requisitos básicos pode se candidatar a cargos eletivos, lembra a coluna do Massimo desta quinta-feira, 24. A rigor, no segundo semestre do ano que vem o eleitor friburguense será confrontado com um punhado limitado de opções, entre as quais terá de escolher o novo chefe do Executivo.

De fato, a maior parte das “peneiras” e etapas seletivas acontece nos bastidores, em meses anteriores ao período eleitoral propriamente dito. Partidos muitas vezes exercem a função de filtro, estabelecendo condições para que interessados possam, de fato, circular nas arenas políticas. E é isso o que está acontecendo neste exato momento.

Dias atrás, por exemplo, a coluna noticiou que Wanderson Nogueira estava deixando o Psol. É evidente que a escolha de sua nova bandeira política levará em consideração as perspectivas para que possa se candidatar em 2020, mesmo que, no frigir dos ovos, isso eventualmente não chegue a se concretizar. Da mesma forma, é evidente que tal movimentação jamais se dá de maneira isolada. Interessados em concorrer andam se reunindo e compondo grupos, discutindo pautas e possibilidades partidárias, a fim de que não encontrem todas as portas já fechadas quando tiverem um projeto pronto em mãos.

Além do já citado Wanderson Nogueira, o colunista Massimo pode assegurar que ao menos três vereadores sabidamente desejam concorrer à cadeira número 1 do Palácio Barão de Nova Friburgo em 2020, e além deles existe ainda um quarto que não tem tal ambição, mas é o nome preferido dentro do próprio partido.

Já no campo empresarial, o colunista pode atestar que ao menos dois donos de empresas tradicionais na cidade, de pouco ou nenhum envolvimento prévio com política, têm se mobilizado seriamente com a mesma intenção.

ATUALIZAÇÃO:

Horas depois da veiculação desta notícia, o radialista Mariozam entrou em contato com a redação e solicitou que seu nome fosse citado entre os pré-candidatos a prefeito em 2020.

TAGS: Governo