Sorria, apaixone-se, curta o Dia Mundial do Emoji

Conheça a origem, o ranking e curiosidades dos símbolos que traduzem emoções humanas numa linguagem que todo mundo entende
quarta-feira, 17 de julho de 2019
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Sorria, apaixone-se, curta o Dia Mundial do Emoji

Não ria, mas faça carinha de apaixonado se você curte: hoje, dia 17 de julho, é Dia Mundial do Emoji ou emoticons, aqueles símbolos que resumem os sentimentos e as emoções humanas em todas as suas nuances mais sutis, numa espécie de linguagem universal que todo mundo entende. Para celebrar a data, o Google divulgou o ranking  dos emojis mais usados no mundo e no Brasil.

No mundo:

No Brasil:

Também foram divulgados quais os emojis mais usados em cada idioma. A maioria deles são os tradicionais rostos, mostrando diferentes expressões e sentimentos:

No Facebook é um pouco diferente. Os emojis chorando de rir, apaixonado, beijinho, bolo de aniversário, coração e sorriso tímido formam o ranking de carinhas mais usadas na rede social e no Messenger, em todo o mundo. Segundo o Facebook, os usuários estão usando o dobro de emojis em relação ao ano passado: diariamente são compartilhados mais de 700 milhões deles, apenas símbolos, sem texto, em posts na rede social e 900 milhões no Messenger. 

Algumas curiosidades:

  • A origem da palavra: vem do japonês, juntando os elementos e (imagem) e moji (letra), e é considerado um pictograma, ou seja, uma imagem que transmite a ideia de uma palavra ou frase completa. Os primeiros emojis surgiram no Japão na década de 1990, criados por Shigetaka Kurita, um dos membros da NTT DoCoMo, principal empresa de telefonia móvel do Japão. Justamente por serem auto-explicativos e transmitirem mensagens de modo rápido.
  • A popularidade: sua importância nas comunicações contemporâneas, como trocas de mensagens instantâneas através de redes sociais como Facebook e WhatsApp, é tanta que em 2015 a carinha chorando de rir  foi escolhida como "A Palavra do Ano" pelo Oxford Dictionary, devido à sua significância cultural.
  • A escolha da data: 17 de julho foi escolhido por ser a data estampada no emoji de calendário da Apple. Foi neste dia, em 2002, que a empresa lançou o iCal, seu calendário próprio para macOS. Apesar de outras empresas utilizarem datas diferentes em seus emojis próprios, a maioria passou a reconher o 17 de julho como Dia Mundial do Emoji.
  • Os mais usados: depende da plataforma e do país. O campeão mundial é a carinha chorando de rir. No Facebook, por exemplo, ela aparece em primeiro lugar em todo o mundo, seguida pelo emoji apaixonado, com olhos de coração, que é o mais famoso no Brasil. Em terceiro lugar vem a carinha chorando copiosamente de tristeza. O ranking do Google é diferente (compare as tabelas acima).
  • Significados nem sempre iguais: Emojis parecem ter interpretações diferentes nos sistemas operacionais, seja por causa da ambiguidade da expressão das carinhas ou pela diferença dos desenhos em sistemas diferentes. O “high-five”, por exemplo, é interpretado erroneamente como duas mãos unidas em oração. Outro exemplo é a carinha de raiva, que em alguns sistemas parece uma expressão de sorriso, mas, segundo a Unicode, criadora dos emoticons, o significado é outro: alguém fazendo careta.
  • Politicamente corretos: alguns ícones que representam pessoas e expressões humanas, originalmente todos amarelos, ganharam diferentes tons de pele para se adequar às mudanças na sociedade. Entre as alterações mais significativas estão a inclusão de etnias diferentes, que adicionou seis tons de pele diferentes nos emojis que representam expressões humanas, e os novos formatos de família, que passaram a incluir homossexuais e famílias inter-raciais, além da inclusão do gênero neutro. Nos EUA, devido ao debate sobre a regulamentação das armas, o emoji de arma passou a ser representado por uma pistola de água, em vez de uma de verdade.
  • Dia de pico: 31 de dezembro é a data em que o mundo inteiro mais compartilha as carinhas através do Messenger do Facebook.
TAGS: