Sem doses, vacinação contra a gripe não tem prazo para recomeçar

Friburgo só vacinou 57% do público-alvo. Campanha continua até dia 15
sábado, 01 de junho de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br(
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Quem tentou se imunizar contra a gripe (Influenza) nos postos de saúde de Nova Friburgo na última sexta-feira, 31 de maio, não conseguiu porque as doses acabaram no dia anterior. Sem vacinas em estoque, a campanha na cidade foi interrompida e a meta da Secretaria Municipal de Saúde de imunizar 90% do público-alvo ficou ainda mais distante. Só 57% está protegido contra a doença.

Até o fim da tarde de sexta-feira novas doses ainda não haviam chegado ao município. Isso pode ocorrer, porém, neste sábado, 1º. De acordo com a Prefeitura de Nova Friburgo, o Ministério da Saúde encaminhou uma remessa de vacinas contra a gripe para a Secretaria estadual de Saúde destinadas a Nova Friburgo e outras cidades fluminenses, mas houve uma falha na distribuição que provocou desabastecimento temporário das doses.

Nos postos da cidade em que a vacina era oferecida, foram afixados avisos nos portões nesta sexta-feira, 31, que informava sobre a interrupção da vacinação. O informe destacava que a campanha contra a gripe continuará até 15 de junho. Por outro lado, o aviso não esclarecia se na próxima segunda-feira, 3, haverá doses para quem buscar a imunização nos postos.

A campanha de vacinação, que começou no dia 10 de abril, terminaria na sexta-feira, 31, mas o Ministério da Saúde decidiu prorrogá-la por mais 15 dias, já que vários estados, entre eles, o Rio de Janeiro, não cumpriram a meta de vacinar 90% do público-alvo. No estado, foram imunizados 2,8 milhões de pessoas, o que corresponde a 60% de cobertura. A expectativa do governo é vacinar 4,9 milhões de pessoas no estado. A Superintendência de Vigilância Epidemiológica estadual informou que foram notificados, este ano, 77 casos da doença, sendo 18 óbitos, um deles em Nova Friburgo.

Friburgo só imunizou 31 mil pessoas do grupo prioritário

Em todo o município, segundo a Secretaria de Saúde de Nova Friburgo, 31 mil pessoas do grupo prioritário foram imunizadas desde o início da campanha. Esse número corresponde a 57% da meta. A prefeitura planeja imunizar 54 mil pessoas. Sete pacientes contraíram a gripe na cidade este ano e vêm recebendo tratamento médico.

A situação é ainda mais preocupante entre as crianças de seis meses a menores de 6 anos. Somente 6.516 foram imunizadas, o que corresponde a 55% do total de crianças que deveriam receber as doses no município. Entre os idosos, esse número sobe para 66% (17.385 mil). Já entre as gestantes, 1.133 tomaram a dose, o que representa 70% das grávidas que devem se imunizar na cidade.

Vacinação não será estendida para todos no estado do Rio

Na última quarta-feira, 29 de maio, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a vacinação contra a gripe será estendida, a partir desta segunda-feira, 3, para toda a população. No entanto, até a última quinta-feira, 30, as secretarias municipal e estadual de Saúde não haviam sido notificadas da decisão. Deste modo, a vacinação no estado segue priorizando o público-alvo.

Devem tomar a vacina gestantes e crianças de 6 meses a menores de 6 anos, idosos a partir dos 60 anos, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independente da idade.

A vacina também é oferecida aos professores das escolas públicas e privadas, profissionais da saúde e das forças de segurança e salvamento, como policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas. Em Friburgo, as doses da vacina deverão continuar a ser oferecidas assim que os estoques forem repostos nos postos de saúde Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; Tunney Kassuga, em Olaria; e Waldir Costa, em Conselheiro Paulino, de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h30. A Unidade Básica de Saúde José Copertino Nogueira, no bairro São Geraldo, também imuniza a população todas as terças e quintas-feiras, das 9h às 16h.

 

TAGS: Vacinação contra a gripe