Secretária de Saúde faz vistoria técnica no Hospital Raul Sertã

Objetivo da inspeção foi buscar soluções para aumentar o número de leitos e verificar as últimas etapas das obras na unidade
segunda-feira, 17 de dezembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Secretária de Saúde faz vistoria técnica no Hospital Raul Sertã

A secretária municipal de Saúde, Tânia Trilha, realizou mais uma vistoria no Hospital Municipal Raul Sertã. O intuito da inspeção foi buscar soluções para aumentar o número de leitos e verificar as últimas etapas das obras que estão em execução na unidade. Tânia ainda determinou a utilização de dois equipamentos médicos-hospitalares seminovos que estavam parados.

Acompanhada pela subsecretária de Atenção Hospitalar, Sabrina Gomes Freitas, da diretora geral do hospital, Fernanda Castro Pereira, e do diretor médico da unidade, Arthur Mattar Gremion Soares, a secretária percorreu vários setores para estudar a viabilidade de uma reorganização física do espaço visando criar novas salas para internações. Entre os locais verificados estão as salas verde de classificação de risco, a atual e a futura sala de estar dos médicos, sala de raio X, a futura sala de psiquiatria e as obras do Centro de Terapia Intensiva (CTI) e do Centro Cirúrgico no segundo andar.

Uma das alternativas apontadas para expandir a oferta de leitos foi a implantação de uma sala de tratamento paliativo, na área onde funcionava a ortopedia, que está em obras de adaptação. O local teria capacidade para seis novos leitos e ajudaria a desafogar os atendimentos no CTI.

A visita reservou ainda duas boas surpresas, como a identificação de dois aparelhos médicos-hospitalares que não estavam sendo utilizados, mas estão funcionando. Trata-se de um mamógrafo e um ultrassom completo, com eco-doppler, seminovos. Tânia determinou que ambos passem por uma revisão para garantir a precisão dos diagnósticos e que voltem a atender a população imediatamente. 

“Com esses equipamentos funcionando, vamos economizar recursos usados para pagamentos de exames e que poderão ser reinvestidos na própria secretaria para oferecer um serviço de saúde mais eficaz e digno", detalhou a secretária de Saúde de Nova Friburgo. A outra novidade é o êxito das manutenções feitas nos aparelhos do hemocentro regional, que teve duas centrífugas recuperadas e um agitador de plaquetas, que já estão em funcionamento e permitem o processamento das plaquetas na própria unidade.

TAGS: saúde | Governo