São Cosme e São Damião: preços de doces não sofreram alterações nas lojas

Caixa de suspiros e doce de maria mole no copinho com cerca de 1 quilo saem a R$ 17,99
terça-feira, 24 de setembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Foto de Henrique Pinheiro
Foto de Henrique Pinheiro

O dia 27 de setembro, próxima sexta-feira, é marcado pela comemoração dos santos  Cosme e Damião. A data é festejada pelos seguidores do candomblé, xangô, cambá, umbanda e batuque, diferentemente dos adeptos da religião católica, que celebram a data no dia 26. Os santos têm histórias diferentes de acordo com as religiões. Para o catolicismo, por exemplo, Cosme e Damião, eram dois irmãos árabes, provavelmente gêmeos. Eram também médicos cristãos e demonstravam grande compaixão pelos doentes, seres-humanos e animais, cuidando e curando-os sem exigir recompensas.

Após serem conhecidos como inimigos do dinheiro, e então, acusados de serem inimigos dos deuses romanos, os jovens foram condenados à morte por ordem do Imperador Diocleciano no século 4. Já no candomblé e na umbanda, os irmãos são conhecidos como os orixás Ibejis. São filhos gêmeos de Xangô e Iansã. Cosme e Damião também são considerados protetores dos gêmeos e das crianças.

Por isso, na data comemorativa de Cosme e Damião, em praticamente todo o país, há a tradição de distribuir doces e brinquedos para as crianças, que vão para as ruas a fim de receberem as recompensas. A tradição virou uma forma das pessoas homenagearem os santos ou cumprir promessas feitas a eles.

 Quanto custa manter a tradição?

No Rio de Janeiro, os devotos vão poder manter a tradição da distribuição dos saquinhos com guloseimas sem tanto peso no bolso. Segundo fornecedores do setor, os preços estão parecidos com os do ano passado. Nos atacadões e redes de lojas de doce da capital, encontra-se guloseimas por valores bem acessíveis. Desde caixa de suspiro com 50 unidades por R$ 5,99 até a caixa com 50 doces de amendoim por R$ 8,99. Na Saara, tradicional área comercial no Rio, encontra-se potes de pingo de leite por R$ 14,99, saquinhos para as guloseimas com 50 unidades, por R$ 4,99, pacote de bananadas a R$ 9,99, entre outros doces.

Os preços em Friburgo

Para os que desejam manter a tradição em Nova Friburgo, os preços das guloseimas tradicionais e diferenciadas estão acessíveis. Nas filiais de uma rede varejista é possível encontrar variedades de doces em caixas, cada uma com 50 unidades, o que facilita na hora de rechear os saquinhos de guloseimas.  

Entre os doces tradicionais, a loja oferece caixa de suspiro com 1,05 kg e doce de maria mole no copinho com 1,1 kg, ambos a R$ 17,99. O pote de pingo de leite com 50 unidades sai a R$ 12,99 enquanto o pote de paçoca com a mesma quantidade, custa R$ 9,99. O pacote com 50 saquinhos de São Cosme e São Damião sai a R$ 2,99. O tradicional doce de amendoim ou doce de leite em barra, ambos em 50 unidades, custam R$ 6,99. Quem desejar incrementar mais a sacolinha ainda tem a opção de adicionar balas sortidas mastigáveis, disponíveis em variados sabores, desembolsando R$ 2,99 pelo saco de 320 gramas, já o pote com 50 unidades de cocada branca ou preta sai por R$14,99.

Outra loja especializada na Avenida Alberto Braune também está movimentada esta semana. A caixa com 1,2 quilo de maria mole sai a R$19,90, enquanto a paçoca com 50 unidades é encontrada a R$ 23,90. A tradicional geleia de amido de duas cores sai a R$ 15,90, o pacote com 50 unidades. Para quem gosta do docinho de chocolate recheado com marshmallow e quer enriquecer a sacolinha, a caixa com 50 unidades sai a R$ 21,90 e a loja ainda oferece outros sabores e marcas do mesmo tipo de doce.

 (Reportagem da estagiária Vitória Nogueira com a supervisão de Henrique Amorim)

 

TAGS: