Sábado e domingo com “Quebra-Nozes no Reino das Colônias”

Últimas sessões do espetáculo que conquistou a família friburguense acontecem neste fim de semana
sexta-feira, 21 de dezembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Sábado e domingo com “Quebra-Nozes no Reino das Colônias”

“Em tempos de individualismo, conflitos sociais, políticos, religiosos e de gênero, é inspirador ver o interesse das pessoas pelo nosso projeto, a união por uma causa”, ressaltou a fotógrafa Érika Castro, uma das responsáveis pela produção de Quebra-Nozes no Reino das Colônias, em cartaz na Fundação D. João VI. Neste fim de semana a peça teatral encerra a temporada com duas sessões no sábado, 22, e no domingo, 23, às 16h e 19h.

O Grupo Amigos da Vila Sorriso elaborou esta última produção do ano com o objetivo de destinar todo o valor arrecadado com a venda dos ingressos para o Projeto Acolher. Entre outras ações, esse projeto visa custear reparos na Casa de Acolhimento, bem como a construção de um galpão para o trabalho dos voluntários. “A doação de tempo e trabalho de cada voluntário é uma demonstração de amor ao próximo, uma maneira de presentear a nossa cidade em forma de solidariedade. Essa corrente positiva e crescente provou ser possível, não só organizar, em tempo recorde (dois meses), vários eventos sociais para arrecadar fundos para uma causa nobre, mas também unir as pessoas e receber delas o que têm de melhor. Além de poder inspirar, no futuro, novos grupos e ações solidárias”, avaliou Érika.

Os profissionais envolvidos doaram seus cachês para o projeto, que é uma realização da Cia Baú de Histórias, Companhia de Teatro de Boneco. O elenco é formado por artistas amadores, alunos e professores de academias de dança. A coreografia é do bailarino Haroldo Vieira; o DJ Cris-K mixou na versão hip-hop uma das composições de Tchaikovsky; mães e alunos do Colégio Anchieta se voluntariaram; o figurino/cenário da contadora de história foi criado pelo Senai Moda, com passamanarias da Hak; os figurinos dos atores e bailarinos foram construídos com peças do acervo do Taca (Teatro Amador do Colégio Anchieta), do Senai Moda e do Brechó Galeria do Tempo; com apoio e parceria de várias empresas e pessoas físicas, e ainda da Prefeitura e da Fundação Dom João VI, que cedeu o espaço.

Érika lembra que funcionários da Vila Sorriso se engajaram na ação e até quem estava de férias compareceu levando parentes junto. E aproveita para agradecer: a equipe da Fundação na estrutura; Fernando Lobianco, Rosane Canto, Maurício Lo Bianco, com a iluminação, som e projeção; Corpo de Bombeiros; e veículos de comunicação, jornal A VOZ DA SERRA, a TV Zoom e a Rádio Sucesso.

O espetáculo

A versão Quebra-Nozes no Reino das Colônias traz uma abordagem criativa para o clássico natalino. Nesta primeira adaptação da versão original alemã de E.T. Hoffmann, de 1816, para o Teatro de Bonecos, a história é apresentada no melhor estilo da Commedia D’Art, transformando cada sessão em um espetáculo único, onde as cenas podem ser modificadas e elementos acrescentados para enriquecer o espetáculo. A adaptação foi criada por Érika Castro - bonequeira e fundadora da Cia Baú de Histórias -, especialmente para a Vila Sorriso, após descobrir no texto original várias semelhanças e “coincidências” com a história de Friburgo.

“É uma história de Natal para toda a família. Tem participação especial de contadoras, bailarinos, atores e dançarinos, além da manipulação de bonecos de luva (fantoches) com figurino/cenário da Fada dos Doces. A cenografia é feita com projeções de fotografias da cidade e imagens digitais. Da trilha sonora constam partes do balé de Tchaikovsky, e o conjunto artístico vem encantando crianças de todas as idades”, comentou Érika.

A Fundação D.João VI fica na Praça Getúlio Vargas, 71, Centro. Ingressos a R$ 30 (podem ser adquiridos na Avareh Cafeteria - Friburgo Shopping, restaurantes Da Terra - Rua Augusto Spinelli, 116, Centro, e Viva Rô - Mury). O valor integral arrecadado será revertido para a Casa de Acolhimento Vila Sorriso.

 

TAGS: Natal