Prorrogadas inscrições para servidores e professores trabalharem no Enem

Selecionados atuarão como certificadores representando o Inep
quarta-feira, 24 de julho de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Prorrogadas inscrições para servidores e professores trabalharem no Enem

Professores e servidores públicos têm até a próxima segunda-feira, 29, para se cadastrar para trabalharem na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O período da inscrição, que era até 22 de julho, foi prorrogado pelo Ministério da Educação (MEC) para dar mais chances aos interessados.

A ideia é que os selecionados possam atuar como certificadores representando o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A autarquia é responsável pelo Enem, que este ano será aplicado em dois domingos (3 e 10 de novembro), em 1.728 municípios brasileiros.

Pelo trabalho, os certificadores receberão R$ 342 por dia de exame, o que equivale a R$ 28,50 por hora de trabalho. Para participar é preciso se cadastrar na Rede Nacional de Certificadores (RNC), seja por meio do site https://certificadores.inep.gov.br/ ou do aplicativo para celular. Quem já tem cadastro de anos anteriores no sistema pode atualizar as informações ou fazer a inscrição diretamente.

Entre os critérios de seleção, o Inep avalia se o candidato: é servidor público do Poder Executivo Federal, em exercício em 2019, regido pela Lei nº 8.112, ou docente da rede pública estadual ou municipal de ensino, efetivo e registrado no Censo Escolar 2018; tem formação mínima em ensino médio; não está inscrito e nem tem parentes inscritos no Enem 2019; tem vínculo com qualquer atividade do Enem ou do Inep.

Os professores e servidores públicos que passarem nos quesitos serão convocados pelo Inep para uma capacitação à distância. Quem obtiver a nota mínima exigida garantirá a vaga.

O que faz o certificador 

Os certificadores são responsáveis por conferir vários procedimentos, como a chegada e a abertura dos malotes com provas e a distribuição das provas para os candidatos. Todo o trabalho é realizado por meio de um aplicativo, pelo qual são enviados alertas e relatórios ao Inep durante todo o processo.

 

TAGS: Educação