Prefeitura realiza recapeamento asfáltico em Solares

Após reportagens de A VOZ DA SERRA denunciando o problema, líder comunitária agradece
sábado, 21 de setembro de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
O serviço sendo realizado (Foto: Divulgação)
O serviço sendo realizado (Foto: Divulgação)

Após a equipe de reportagem de A VOZ DA SERRA ir até o Loteamento de Solares 1 e 2, em São Geraldo, para ouvir moradores que se queixavam por melhorias estruturais, uma equipe da prefeitura foi até o local realizar os reparos pedidos pela população.

De acordo com a municipalidade, a ação é um trabalho em conjunto da Secretaria de Obras e da Administração do bairro Solares. Os funcionários estão realizando o recapeamento asfáltico – uma das prioridades, segundo os moradores do local. Ainda segundo a prefeitura, o serviço já está em fase de finalização.

“Agora podemos elogiar. Os funcionários que estão trabalhando aqui estão fazendo um ótimo serviço. Ficamos felizes que as reportagens do jornal geraram repercussão e agora o loteamento tem a atenção da pprefietura”, comemorou Osane Heringer, da associação de moradores.

Reivindicações

Nos loteamentos Solares 1 e 2, em São Geraldo, moram aproximadamente 1.500 pessoas. Distante cerca de dez quilômetros do centro da cidade, a localidade apresenta problemas que carecem de urgente atenção do poder público. Considerado pacato, o Solares é um bom lugar para se viver, dizem os moradores, mas a pavimentação precária, falta de capina, horários de ônibus irregularidades e iluminação pública deficientes frustram quem vive lá.

Osane mora há mais de 30 anos no Solares e aproveitou a visita de nossa equipe de reportagem, em abril e julho para pedir que a Prefeitura de Nova Friburgo olhe com mais carinho para o Solares. Segundo Osane, que representa a associação de moradores, equipes de secretarias da prefeitura não aparecem por lá há muito tempo. “O asfalto da Rua Renato Arnaldo Silveira Lopes (principal acesso) está uma vergonha. Há anos não temos melhorias, nenhuma revisão. A única coisa feita aqui foi uma capina e assim mesmo uma vez, só por conta das aulas que estavam para se retomadas. Mesmo assim só o entorno da creche foi capinado. O restante foi deixado para trás”, reclamou a líder comunitária. 

 

TAGS: obra