Prefeitura garantiu ao Iphan que obra na Estação Livre é regular

Órgão de preservação do patrimônio solicitou alguns dias para emissão e formalização de um parecer
sábado, 02 de novembro de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
As obras na Estação Livre (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
As obras na Estação Livre (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

O prefeito Renato Bravo se reuniu na tarde de sexta-feira, 1, com o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Rio, Manoel Vieira. O assunto foi a paralisação das obras na Estação Livre por determinação do órgão e as condições para a sua retomada.

A Prefeitura de Nova Friburgo informou na manhã deste sábado que a reunião entre o superintendente do Iphan e representantes do município transcorreu de forma muito positiva. “O objetivo principal do encontro foi avaliar, de forma colaborativa, as questões técnicas do projeto elaborado para a cobertura da Estação Livre, tendo em vista que o espaço faz parte do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Praça Getúlio Vargas, que é um patrimônio tombado”, disse em nota.

O Executivo ressaltou ainda que nenhuma irregularidade na obra foi apontada e que o Iphan solicitou alguns dias para a emissão e formalização de um parecer.

Participaram dessa reunião, na sede do Iphan, no Rio de Janeiro, o prefeito Renato Bravo, o secretário da Casa Civil Walter Thuler, o subsecretário de Meio Ambiente, Alexandre Sanglard e o presidente da Fundação Dom João VI, Luiz Fernando Folly.

Segundo informações do Iphan, a Estação Livre não conta com um tombamento individual, mas está abrangida como área de entorno de bem tombado, no caso a Praça Getúlio Vargas. Como tal, não pode sofrer alterações que alterem sua volumetria e que, eventualmente, venham a prejudicar a leitura visual do bem tombado.

O Ipahn solicitou alguns dias para emissão e formalização de um parecer sobre a obra.

 

TAGS: obra | Patrimonio