Polícias Civil e Militar recebem 2.892 viaturas

Veículos foram adquiridos com recursos do Gabinete de Intervenção Federal
quarta-feira, 31 de julho de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Polícias Civil e Militar recebem 2.892 viaturas

As políciais Civil e Militar do Estado do Rio de Janeiro receberam nesta quarta-feira, 31, 2.892 novas viaturas. A cerimônia de entrega dos veículos foi realizada no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, na Zona Sul carioca, com a participação do governador Wilson Witzel. As novas viaturas foram disponibilizadas pelo Gabinete de Intervenção Federal (GIF) e serão distribuídas para as corporações até outubro. O Governo do Estado não informou se as unidades da Polícia Civil (151ªDP, Deam e Posto Regional de Polícia Técnica Científica - PRPTC) e Militar (11ºBPM), em Nova Friburgo serão contempladas com novas viaturas zero quilômetro.

“Estamos passando por uma grave crise financeira não só no Estado do Rio de Janeiro, mas no Brasil. Diante disso, cabe a nós usar bem aquilo que estamos recebendo. É com estes equipamentos que vamos continuar defendendo a liberdade das nossas famílias que querem sair à noite, se divertir e voltar para casa com segurança”, afirmou o governador durante a cerimônia. 

Responsável pelo comando da intervenção federal, iniciada em 2018, o general Walter Souza Braga Netto disse que o investimento em equipamentos contribui para melhorar a eficiência do trabalho policial. “Deixamos um legado tangível e intangível que continua dando frutos. Ao realizar esta entrega, dentre tantas outras que já aconteceram e estão por vir, temos a sensação de missão cumprida. Estou seguro de que estes investimentos trarão o fôlego necessário para melhorar, ainda mais, a eficiência das polícias e implementar ações”, ressaltou o ex-interventor.  

A Secretaria de Polícia Militar recebeu 1.071 viaturas Toyota Corolla e 588 picapes. Já a Secretaria de Estado de Polícia Civil foi contemplada com 1.233 veículos Toyota Corolla. O investimento feito pelo governo federal foi de R$ 1,2 bilhão.

 

TAGS: Segurança