Passagens de intermunicipais poderão ser pagas com cartão de banco

Validadores deverão ser atualizados até 2020 para aceitarem pagamento também por meio de celulares
quarta-feira, 21 de novembro de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Passagens de intermunicipais poderão ser pagas com cartão de banco

 

Até maio de 2020, vans e ônibus intermunicipais que circulam no estado do Rio de Janeiro terão que se adequar para aceitar o pagamento de passagens por cartões de débito e crédito, além do pré-pago, informou a Secretaria Estadual de Transportes. A resolução que trata da inserção de novos métodos de pagamento foi publicada no último dia 14 no Diário Oficial do estado.

De acordo com a publicação, os atuais validadores de bilhete eletrônico deverão ser compatibilizados com as versões mais recentes das especificações NFC (Near Field Communication), para uso de dispositivos móveis, como celular, relógio e tablet; e EMV (Europay, MasterCard e Visa), para aceitação de cartões sem contato das bandeiras emissoras de cartões de crédito, débito e pré-pagos.

Celulares mais modernos já vêm com sistema NFC. Bastará aproximar o aparelho do validador e pagar a passagem. Para isso, o celular precisa estar vinculado a uma conta bancária ou cartão de crédito e débito. Já o sistema EMV vem nos próprios cartões de crédito e débito. O usuário aproxima o cartão do validador, assim como ocorre com o Riocard, e paga a passagem. O pagamento é confirmado por meio de senha ou da digital do usuário.

As empresas que operam o transporte público sob concessão do estado, incluindo trem, metrô e barcas na capital, terão o prazo máximo de 18 meses, a contar do último dia 14, para a compatibilização ou substituição de todos os validadores dos sistemas de transporte.

“A possibilidade de utilizar cartões de crédito, débito e pré-pago, além do próprio celular para pagamento de transporte de massa é uma tendência mundial, já em utilização em grandes cidades, como Londres, Nova Iorque e Madri. A nossa proposta é inserir essas novas alternativas de pagamento nos sistemas do estado do Rio. Queremos proporcionar uma melhor experiência aos usuários, mais rápida, fácil e segura”, ressaltou o secretário estadual de Transportes, Rodrigo Vieira.

Para ele, a medida vai oferecer maior comodidade aos passageiros, uma vez que evitará o enfrentamento de filas para recarga dos cartões de débito e unitários oferecidos pelas operadoras, ou para a compra de cartões unitários. Os meios eletrônicos possibilitam, ainda, segundo o governo, a diminuição da circulação de dinheiro em espécie no transporte público, reduzindo o risco de roubo e aumentando a fiscalização pelo estado e órgãos de controle.

Em Friburgo novidade ainda não tem data para ser implantada

Com a implantação do sistema no transporte público estadual, a tendência é que os municípios também adotem as novas formas de pagamento da passagem. Em Nova Friburgo, a empresa que opera o transporte na cidade, Friburgo Auto Ônibus (Faol) informou que “está estudando a possibilidade, mas por enquanto não há nenhuma data definida” para implantação do sistema.

No município, desde 2016, os usuários só conseguem fazer a integração em mais de um linha de ônibus pagando apenas uma passagem somente com os cartões Riocard e Fricard. Se o pagamento por cartões de crédito e débito forem implantados nos validadores, a integração será realizada por meio deles também. De acordo com a Faol, na cidade, 80% dos usuários embarcam nos coletivos utilizando a bilhetagem eletrônica . Esse percentual deve chegar a 90% em março do ano que vem.

 

TAGS: Trânsito | Transporte