Novos ventos

segunda-feira, 03 de outubro de 2016
por Jornal A Voz da Serra
Renato Bravo em entrevista para a Rede da Democracia, nos estúdios da Rádio Nova Friburgo AM, logo após o anúncio de sua vitória nas urnas (Foto: Henrique Pinheiro)
Renato Bravo em entrevista para a Rede da Democracia, nos estúdios da Rádio Nova Friburgo AM, logo após o anúncio de sua vitória nas urnas (Foto: Henrique Pinheiro)

A VITÓRIA de Renato Bravo para a Prefeitura de Nova Friburgo sinalizou uma era de novas possibilidades para a política friburguense, inaugurando um período de mudanças na gestão pública, no modo de ver a população como um todo, sem partidarismos. Ao ultrapassar candidaturas consolidadas no meio político local, Renato avançou no entendimento de que sua eleição foi sinônimo da mudança de que a sociedade tanto desejava.

NA ENTREVISTA que deu à Rede da Democracia (A VOZ DA SERRA, TV Zoom e Rádio Nova Friburgo AM) após sua vitória, agradeceu os votos recebidos e afirmou que sua gestão não será partidarizada. Sua administração será dedicada aos mais necessitados, buscando sanar os problemas da cidade, adotando um novo modelo na política friburguense. 

A EXPRESSIVA votação que obteve foi fruto da maturidade apresentada pelo eleitorado contra as mazelas políticas, conscientização da necessidade de mudança estampada pelo sucesso da Operação Lava Jato no combate à corrupção e pelo sentimento de mudança dos métodos de gestão pública no país. Nova Friburgo sintonizou-se com a grande maioria das cidades brasileiras exigindo mudanças no cenário político nacional. Isto foi percebido de norte a sul do país.

PORÉM, À PARTE da boa aceitação do eleitorado, Renato encontrará desafios pela frente, a começar pela arrecadação municipal que tem predominância sobre suas ações de governo. Dependendo de verbas federais e estaduais para a realização de diversos projetos, vai se deparar com um orçamento exíguo que poderá engessar seus objetivos com verbas carimbadas que não poderão ser remanejadas. 

DENTRE SUAS propostas de governo, além das tradicionais frentes de trabalho com a educação, saúde e mobilidade urbana, Renato deu ênfase a duas áreas até então relevadas a segundo plano no município, como o turismo e o meio ambiente. Com uma visão estratégica para ampliar novas possibilidades de crescimento econômico, geração de renda e emprego, poderá abrir novas frentes de negócios com boas perspectivas de sucesso para Nova Friburgo. 

TAMBÉM É aguardada no meio político uma posição de bom entendimento com o Poder Legislativo, buscando apoio para seus projetos com a nova composição da Câmara Municipal. Ciente de que poderá manter um relacionamento harmonioso com os parlamentares, respeitando a tradicional independência entre os dois poderes, o novo prefeito não encontrará — provavelmente — entraves na consecução de seus objetivos. 

NOVA FRIBURGO viverá a partir de 1º de janeiro de 2017 uma nova época de crescimento e desenvolvimento social. Alicerçado na vitória incontestável das urnas, Renato Bravo possui todos os requisitos para realizar um governo voltado para as necessidades da população. Sem herdar os vícios da política local, pode dedicar-se a um trabalho técnico e político, afinado com os novos tempos do país, sem perder de vista o objetivo maior de governar para todos. É o que todos nós esperamos.

TAGS: