Natal nas colônias de Nova Friburgo: Itália

"Tutti in famiglia", como manda a tradição
sábado, 22 de dezembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Natal nas colônias de Nova Friburgo: Itália

As tradições natalinas envolvem muito amor e união em família e esses dois elementos são características marcantes do Natale italiano. Há um provérbio que diz: Natal com sua família, Réveillon com quem quer que seja.

Segundo o presidente da colônia italiana Sandro Celano, é costume montar a árvore de Natal no dia 8 de dezembro (data em que se comemora a Imaculada Conceição) e desmontá-la no dia 6 de janeiro (Epifania do Senhor, como diz o provérbio: tutte le feste porta via).

“A árvore é aderida pela maioria das tradições natalinas – diferente do presépio, que é um costume mais italiano. A origem da palavra presépio vem do latim praesepe, que significa estábulo. Assim, derivou-se o vocábulo praesepium, que se refere à manjedoura utilizada como berço para o Menino Jesus.

O primeiro presépio do mundo foi realizado por obra de São Francisco de Assis, em 1223, quando o santo colocou uma representação do Menino Jesus em uma gruta, perto do convento onde morava, na presença de um boi e um burrinho – justamente para que as pessoas compreendessem as condições em que Jesus havia nascido.

O presépio na Itália é até mais significativo do que a árvore de Natal. Dependendo da região ou da cidade, o Papai Noel está atrelado a duas figuras femininas diferentes: Santa Luzia e a Befana. A primeira foi uma cristã mártir que perdeu a visão: ela traz presentes às crianças na madrugada entre 12 e 13 de dezembro – com exceção de algumas áreas do Norte, que aguardam pelo soar do sino que anuncia a farra dos presentes de Natal.

Já no resto da Itália, o último suspiro dos presentes de Natal é trazido pela Befana – a velha bruxa nariguda de saia longa, que viaja ao redor do mundo em cima de uma vassoura. Ela leva balas para as crianças boazinhas e para os malcriados ela dá um pedaço de carvão. No dia de Natal, a família se reúne para o almoço e às vezes passa a tarde se divertindo com jogos característicos desta época (como a tômbola) e comendo doces típicos (como panettone, pandoro, samanta etc.).

Na ceia da véspera, não comem carne vermelha, somente peixe e frutos do mar, essa é a base da ceia e vinho. Assim, faz-se uma salada com frutos do mar. No dia de Natal, o almoço, com ravioli, tortellini, lasanha com molhos de carne. Um segundo prato tem carnes assadas acompanhadas de legumes ou purê de batatas. Na sobremesa, frutas frescas da estação que podem ser acompanhadas de queijos, licores com doce. Aproveitando o ensejo, a Casa d`Itália deseja a todos um feliz natal e próspero ano novo”.

Presidente da colônia: Sandro Celano

 

TAGS: Natal | Colonias