Motorista da Faol se nega a parar fora do ponto e é espancado

Homem foi agredido por dois rapazes com socos e pontapés no ponto final do bairro São Geraldo
sexta-feira, 04 de outubro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Motorista da Faol se nega a parar fora do ponto e é espancado

Um motorista da Friburgo Auto Ônibus (Faol) foi espancado por dois passageiros por ter se negado a parar o ônibus fora do ponto. Segundo a Polícia Civil, as agressões aconteceram na tarde da última quinta-feira, 3, no ponto final do bairro São Geraldo. Os dois acusados foram detidos por policiais militares. 

O motorista contou que estava fazendo a linha Centro - São Geraldo, quando passou pela Praça Getúlio Vargas, no Centro, por volta das 17h, e viu dois rapazes fazendo sinal para que ele parasse coletivo e pudessem embarcar. Como estava em local fora de ponto de ônibus, o motorista não parou. 

Ele seguiu o percurso e, ao parar o ônibus no ponto da antiga Casa Miele, na Avenida José Ruiz Bolea, viu que os dois rapazes que haviam feito sinal na praça embarcaram no coletivo. O motorista relatou que durante o caminho até São Geraldo ouviu várias provocações dos rapazes, como “Aqui você é homem. Quero ver quando chegar lá em cima”, em referência ao alto do bairro. 

Ao chegar à Rua José Copertino Nogueira, em São Geraldo, os dois rapazes mandaram o motorista parar o ônibus. O homem contou que, antes mesmo que pudesse parar o coletivo, os agressores pularam a roleta e começaram a bater violentamente em seu rosto, com chutes e pontapés. As agressões só foram interrompidas quando outros passageiros do ônibus interviram. 

A Polícia Militar foi acionada por passageiros e socorreu o motorista. Ele foi levado para o Hospital Municipal Raul Sertã e, depois, encaminhado à 151ª DP para registro da agressão. Já os dois rapazes, acusados da agressão, também foram levados pela PM para a delegacia, onde foram autuados por lesão corporal dolosa. 

Em nota, a Faol repudiou o episódio, informou que o motorista está se recuperando das agressões e que está empenhada em tomar providências no sentido de responsabilizar os agressores.

 

TAGS: crime