Maritza Leardini lança seu primeiro livro neste sábado

“Seda, Correntes e Chocolates” tem Nova Friburgo como pano de fundo da história de amor caliente entre um arquiteta e um empresário
sexta-feira, 06 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Maritza Leardini e seu primeiro romance, “Seda, Correntes e Chocolates” (Foto: Divulgação)
Maritza Leardini e seu primeiro romance, “Seda, Correntes e Chocolates” (Foto: Divulgação)

A arquiteta e escritora Maritza Leardini lança neste sábado, 7, seu primeiro romance, o livro “Seda, Correntes e Chocolates” (Editora Autografia), volume número 1 da trilogia Delirium. A tarde de autógrafos vai acontecer às 17h, na livraria Arabesco, na Avenida Alberto Braune, 87, no Centro.

Com Nova Friburgo como pano de fundo, a obra conta história de amor caliente de Izadora Lopes e Alexsandro Proust. Ele, um empresário solteiro do ramo da marcenaria de família francesa, e ela, arquiteta com um pequeno escritório em Mury, vivem momentos de luxúria, ciúme, voyeurismo, sadismo e muito amor regado a chocolate e viagens.

“Sempre tive vontade de escrever um livro. Comecei este em 2016. Depois de pronto, disponibilizei a obra, gratuitamente, numa plataforma digital, e foi um sucesso. Recebi muitas críticas positivas das leitoras. Decidi, então, procurar uma editora para lançar a versão”, disse Maritza.

Morando em Friburgo há alguns anos, a escritora carioca afirma que não se trata de uma autobiografia, mas usou seus conhecimentos em arquitetura e seu hobby em dança do ventre para compor a personagem Izadora. “O romance do casal e outras histórias são pura ficção. Conto aventuras do casal que para muitos são tabus, mas para outros experiências comuns”.

Maritza não disse quando deve lançar o próximo volume da trilogia, mas já está trabalhando no livro. “Seda, Correntes e Chocolates” se assemelha à saga “Cinquenta Tons de Cinza”, best-seller da britânica E. L. James, publicado em 2011, e que se tornou um fenômeno mundial da chamada literatura erótica leve (soft porn). A obra da europeia foi parar nas salas de cinema.  

TAGS: Lançamento de livro