Mais violência contra mulher: espancada e largada na Via Expressa

Vítima foi internada no Hospital Raul Sertã com múltiplas lesões na face
quarta-feira, 16 de outubro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Protesto contra o feminicídio em São pedro da Serra (Arquivo AVS)
Protesto contra o feminicídio em São pedro da Serra (Arquivo AVS)

 Uma mulher de 30 anos, negra, foi espancada e largada às margens da Via Expressa, no bairro Olaria, na última segunda-feira, 14. Segundo a Polícia Civil, ela sofreu múltiplas lesões no rosto e precisou ser internada no Hospital Municipal Raul Sertã. Ela deu entrada na unidade em estado grave. 

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros por volta das 6h. Ela estava sem documentos e completamente desorientada. A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) chegou a divulgar um comunicado, na terça-feira, 15, pedindo auxílio de eventuais amigos e familiares na tentativa de identificá-la.

Nesta terça, 16, no entanto, a polícia informou que a mulher foi identificada. Ela, contudo, ainda não foi ouvida devido aos graves ferimentos. O caso foi registrado como lesão corporal. As investigações seguem sob sigilo. 

 

TAGS: crime