Mais de 150 mil veículos devem passar pela RJ-116 neste feriadão

Operação especial está em vigor desde o meio-dia desta quarta
quarta-feira, 19 de junho de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Mais de 150 mil veículos devem passar pela RJ-116 neste feriadão

Este feriadão de Corpus Christi deve movimentar a rodovia RJ-116, principal acesso a Nova Friburgo para quem vem do Rio de Janeiro. De acordo com a concessionária Rota 116, que administra o trecho privatizado, entre Itaboraí e Macuco, cerca de 153 mil veículos devem passar pela estrada até a próxima segunda-feira, 24. Devido ao maior movimento, uma operação especial está em vigor desde o meio-dia desta quarta-feira,19.  

“Nosso efetivo está de plantão, orientando os usuários e a disposição para qualquer  necessidade que venha a ocorrer nos 140 quilômetros sob concessão. Nosso objetivo é preservar vidas e dar conforto e segurança aos motoristas”, assegura Edyano Bittencourt superintendente geral da concessionária.

 “É importante que o motorista revise o seu veículo antes de pegar a estrada e que respeite as sinalizações horizontais e verticais ao longo da rodovia, dirigindo com cautela e atenção”, explica Edyano, lembrando que logo no início da RJ-116, o tráfego no quilômetro 2,3, em Sambaetiba, distrito de Itaboraí, estará fluindo no sistema de Pare e Siga devido a obras de construção de uma passarela sobre o Rio Caceribu. Outro ponto de atenção é na Serra dos Três Picos, em Cachoeiras de Macacu, onde costuma haver neblina. O motorista deverá ter atenção e manter sempre uma distância segura entre os veículos.

Em caso de emergência, o Serviço de Apoio ao Usuário da Rota 116 deverá ser acionado pelo telefone 0800 282 0116 para solicitação de guinchos, viaturas de inspeção de tráfego, ambulâncias-resgate, caminhões para apreensão de animais e carro-pipa. Equipes especializadas no atendimento a acidentes envolvendo produtos perigosos estarão posicionadas em locais estratégicos da rodovia, durante 24 horas.

Os motoristas devem ainda observar a velocidade máxima permitida, pois os radares estarão sendo operados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER- RJ). Em caso de chuva ou neblina, é necessário diminuir a velocidade. Caso não haja condições de seguir viagem, o motorista deve parar e permanecer em local seguro até que a chuva diminua.

A tarifa nas quatro praças de pedágio é de R$ 5,80 para carros de passeio, R$ 11,60 para veículos de dois eixos com rodagem dupla e R$23,20 para caminhões de três a seis eixos. A partir do sétimo eixo o valor é de R$ 5,80 por eixo. Motocicletas são isentas da cobrança.

 

TAGS: Turismo