Lohan marca e Frizão bate o Sampaio Correa

Equipe chega à 5ª colocação no geral e à 3ª no grupo B da Taça Corcovado e enfrenta Olaria na quarta
segunda-feira, 31 de julho de 2017
por Vinicius Gastin
Lohan briga pela bola: artilheiro abriu caminho para a vitória tricolor
Lohan briga pela bola: artilheiro abriu caminho para a vitória tricolor

Uma vitória fundamental, contra um concorrente direto, em uma rodada com resultados favoráveis na disputa por uma vaga nas semifinais através da classificação geral. O toque do artilheiro Lohan, aos 19 minutos do primeiro tempo, selou a vitória do Friburguense por 1x0 sobre o Sampaio Correa no último sábado, 29, no Eduardo Guinle.

O Frizão chega a 24 pontos no geral, onde é quinto colocado, e a sete na terceira posição no grupo B da Taça Corcovado. O Tricolor da Serra volta a campo já nesta quarta-feira, 2, para encarar o Olaria, às 15h, na Rua Bariri.

Lohan deixa Frizão em vantagem

Antes de a bola rolar no Eduardo Guinle foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao ex-goleiro Max, falecido na última semana. Com passagem de maior destaque no Botafogo, também defendeu o Friburguense no começo dos anos 2000, e foi companheiro de jogadores como Bidu, Ziquinha e Sergio Gomes. E se esses dois primeiros estavam em campo – Bidu recuperado de contusão -, Sergio ainda não teve condições de retornar (o que deve acontecer já nesta quarta-feira). O jogo começou em ritmo intenso, com o Tricolor marcando no campo de ataque e o Sampaio buscando os espaços no contra-ataque. No primeiro deles, após bola rebatida, Luiz Felipe fez belíssima defesa no ângulo para evitar o gol dos visitantes.

No contexto dos primeiros 15 minutos, o lance descrito anteriormente foi completamente isolado. O Friburguense tinha posse de bola, girava o jogo e tinha o controle das ações. Lucas Toledo e Yan subiam para o apoio, e foi a jogada individual do lateral direito que levantou a torcida. A tentativa de finalização, no entanto, parou no bloqueio da defesa. A persistência deu certo aos 19 minutos, quando Lohan apareceu com liberdade na grande área para subir e escorar de cabeça o preciso levantamento para o fundo das redes.

O Friburguense diminuiu o ritmo, e o Sampaio Correa passou a chegar com mais frequência ao ataque. Luiz Felipe, no espaço de cinco minutos, trabalhou mais do que praticamente durante todo o tempo anterior, embora sem grandes ameaças. O Tricolor foi mais perigoso quando, a partir de um recuo mal feito, Ziquinha foi derrubado na intermediária. Yan arriscou direto, acertou o canto esquerdo e obrigou Ricardo a trabalho com bastante dificuldade. Nos minutos finais, o Tricolor retomou o controle da bola, e conseguiu sempre se recompor em velocidade para bloquear as tentativas de contra-ataque do time de Saquarema. Ainda antes do intervalo, o Frizão construiu boa jogada no ataque, mas Gleison finalizou com muita força e mandou por cima da meta.

Expulsão no Sampaio

Intenso nos primeiros instantes, o segundo tempo teve início com o Sampaio valorizando a bola e o Friburguense postado com a marcação a partir do meio-campo. Algo que se invertia em questão de segundos, tornando o duelo movimentado. O time visitante tentou através da bola longa, mas Luiz Felipe se antecipou a Lino. Qualquer panorama que poderia se anunciar teve o roteiro modificado quando Victor Silva foi expulso aos 13 minutos, após tomar o segundo amarelo. De quebra, cedeu falta perigosa na entrada da área. Lohan tentou à meia altura, mas carimbou a barreira. Ainda assim, o Sampaio teve os seus bons momentos, especialmente com as descidas de Davi. Numa delas, Yan antecipou a Anderson Manga e impediu o domínio. O Frizão respondeu no passe em profundidade para Jefinho, que até tirou do goleiro, mas perdeu o controle da bola.

Pelas pontas, tanto o Friburguense como o Sampaio encontravam alternativas. Paulinho tentou de um lado, Ziquinha respondeu do outro. Manga finalizou sem perigo pelo lado dos visitantes, enquanto o levantamento do atacante tricolor foi direto nas mãos de Ricardo. A partir dos 25 minutos, o Frizão passou a valorizar mais a posse de bola. Exemplo disso foi a cobrança curta de escanteio, que voltou na defesa e chegou a Ziquinha, no lado oposto ao corner. Foi a última participação do camisa 11, substituído na sequência por Jefferson.

Com o Sampaio mais exposto, as oportunidades apareceram para o Friburguense. Jefferson, Yan e Gleison, na mais cristalina das chances, em chute cruzado rente à trave aos 36 minutos. Pouco depois, Jefferson bateu da entrada da área e mandou por cima da meta. O tricolor, com a bola no campo ofensivo, teve outras oportunidades para matar o duelo. O Sampaio buscou os cruzamentos à grande área, em escanteios e faltas, e em um deles Luiz Felipe precisou trabalhar. O 1x0 persistiu no placar e foi o suficiente para a conquista de três pontos fundamentais.

Ficha técnica

Friburguense 1x0 Sampaio Correa

Campeonato carioca série B 2017

Taça Corcovado – 4ª rodada (2º turno)

Estádio Eduardo Guinle, Nova Friburgo-RJ

29/07/2017 – 15h

 

Árbitro: Diego da Silva Lourenço

Assistentes: Ivan Araujo e Renato da Silva

 

Friburguense: Luiz Felipe; Yan, Bruno, Roberto Junior (Everton) e Lucas Toledo; Bidu, Rafael, Jefinho e Gleison; Ziquinha (Jefferson) e Lohan (Ricardo)

Técnico: Merica

 

Sampaio Correa: Ricardo; Yago, Victor Silva, Leandro e Davi; Yago e Gean Miller (Willian Bersan), Pedro, Leandro Teixeira e Bruno Tubarão (Hasley); Anderson Manga e Lino (Kaká Mendes)

Técnico: Luiz Antonio

 

TAGS: futebol