Jorge Coutinho é premiado pela Federação de Kickboxing do Rio

Atleta foi eleito como melhor atleta preta de 2016, na modalidade Low kicks
terça-feira, 31 de janeiro de 2017
por Vinicius Gastin
Premiação de melhor lutador de sua categoria foi garantida com as diversas conquistas da última temporada (Fotos: Divulgação)
Premiação de melhor lutador de sua categoria foi garantida com as diversas conquistas da última temporada (Fotos: Divulgação)

Promessa que rapidamente virou realidade, Jorge Coutinho começa a ter o devido reconhecimento das entidades que comandam o kickboxing. O lutador de Nova Friburgo foi eleito pela Federação de Kickboxing do Estado do Rio de Janeiro (FKBERJ) como o melhor atleta faixa preta de 2016, na modalidade Low kicks. O prêmio é considerado como o oscar da modalidade, e será entregue no próximo dia 4 de março, às 18h, no Salão Nobre do Clube Tamoio.

“Obrigado a todos que torceram e me apoiaram na temporada 2016. Agradeço também ao Colégio COM, o meu patrocinador oficial.”

O reconhecimento acontece depois de uma temporada recheada de conquistas para Coutinho. Em especial, o tetracampeonato Brasileiro conquistado no mês de maio, em São Paulo. Jorge Coutinho derrotou na grande decisão Elder Eugenio Costa, atleta de Minas Gerais. Com a vitória o friburguense conquistou a única vaga brasileira para o Campeonato Panamericano de Kickboxing, em Cancun, no México.

No Rio de Janeiro, pela terceira vez, ninguém foi páreo na disputa pelo título do Campeonato Estadual de Kickboxing. O atleta de Nova Friburgo foi superior aos adversários e conquistou o tricampeonato da competição no mês de novembro. O campeonato de kickboxing foi o último evento realizado pela federação da modalidade no Estado do Rio (FKBERJ), e encerrou o calendário de competições em 2016.

“Lutei numa categoria acima da minha contra o Valter, lutador de Volta Redonda, venci e consegui o tricampeonato estadual. Eu estava invicto em 2016 e consegui terminar o ano sem nenhuma derrota”, destacou à época, quando representou a academia AFTeam/AOCCT, e ainda levou um aluno para participar de uma competição deste porte pela primeira vez. 

Além do tri Estadual, faturou o título da Taça Guanabara de Kickboxing na categoria Low Kicks, 60 quilos - faixa preta. O evento aconteceu no clube Tamoio, em São Gonçalo, sendo considerado como o maior de MMA da América Latina ao reunir 600 atletas de diversas nacionalidades e modalidades, divididos em sete categorias de peso. Coutinho, representando a Associação Friburguense de Kickboxing, derrotou Dennys Ferreira no décimo encontro entre eles. Através do título, o friburguense carimbou o passaporte para buscar o tetracampeonato brasileiro de kickboxing .

Ambos se encontraram novamente em agosto, quando o lutador friburguense voltou a vencer o atleta da equipe FX Fight Team, de São João de Meriti-RJ, e trouxe para casa o cinturão de campeão do Warrios Rio Kombat (WRK), evento realizado em Campos dos Goytacazes, no Norte do estado. A luta, prevista para cinco rounds, teve bastante ação o tempo todo e o grande vencedor só saiu após decisão dos juízes.

Trajetória vitoriosa

Transformar desistência em persistência sempre foi um desafio para Jorge Coutinho, friburguense de 23 anos de idade, que leva à frente com sucesso o projeto de se tornar mais um atleta de Nova Friburgo a ter sucesso no mundo das artes marciais. “O meu interesse pela luta surgiu por pura vaidade, apenas para dizer que eu lutava alguma coisa. Mas com o tempo tudo foi ficando mais sério. Eu fui amadurecendo e hoje vejo a arte marcial como um estilo de vida e uma profissão”, resume.

A percepção e o talento o fizeram aceitar o desafio de lutar também contra a falta de apoio. Os resultados fizeram aparecer novos parceiros, e o ajudaram a enfrentar os obstáculos rumo a voos maiores. Já acostumado ao sucesso em eventos de nível estadual e nacional, subiu um degrau importante em julho de 2015, quando teve uma de suas grandes oportunidades: foi convidado para fazer a luta de abertura da 79ª edição do Jungle Fight, no Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande, na Zona Oeste carioca. O atleta aproveitou a chance, demonstrou boa técnica e resistência e venceu Dennys Ferreira por decisão unânime dos juízes.

O evento é considerado como o maior de MMA da América Latina, e reúne 600 atletas de diversas nacionalidades e modalidades, divididos em sete categorias de peso. Grandes nomes do MMA mundial, como José Aldo, Fabrício Werdum, Renan Barão, Lyoto Machida e Rogério Minotauro iniciaram as carreiras no Jungle. Na edição de número 79, da qual o friburguense participou, havia dois cinturões em jogo. Os combates foram transmitidos, inclusive, por emissoras de televisão especializadas.

Logo depois do triunfo, Coutinho voltou à rotina de treinos em Nova Friburgo, e dedicou-se principalmente ao kickboxing, que é a sua especialidade. Uma nova oportunidade surgiu no maior evento de luta em pé da América Latina, o WGP. Jorge Coutinho fez a luta que inaugurou o card principal do evento, na categoria 60 quilos, contra Dennys Ferreira.

“A experiência foi fantástica, era tudo o que eu sempre pedi a Deus. Lutei nos maiores eventos de luta da América Latina, o que é um sonho de muitos, mas Deus me escolheu. Depois disso, mudou muita coisa, pois melhorei minha postura, minha rotina de treinos e hoje sou um profissional no que eu faço. Sem perder jamais a humildade, é claro”, ressalta.

  • Coutinho em ação: atleta foi tetracampeão nacional em 2016

    Coutinho em ação: atleta foi tetracampeão nacional em 2016

  • Tricampeonato Estadual confirma hegemonia do friburguense no Rio de Janeiro

    Tricampeonato Estadual confirma hegemonia do friburguense no Rio de Janeiro

  • Atleta treina com alguns dos principais lutadores e mestres de Nova Friburgo

    Atleta treina com alguns dos principais lutadores e mestres de Nova Friburgo

TAGS: kickboxing | lutador