Grupo faz mutirão de limpeza em ruas e cachoeiras do Cascatinha

Ideia é realizar novas ações, de modo a manter os locais limpos e conscientizar sobre a importância da preservação da natureza
segunda-feira, 16 de dezembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Grupo faz mutirão de limpeza em ruas e cachoeiras do Cascatinha

 

Um grupo de amigos moradores do bairros Cônego, Cascatinha e Caledônia se uniram no último fim de semana para recolher lixo e todo tipo de sujeira espalhada nas principais ruas, trilhas e cachoeiras da região, considerada uma das áreas mais preservadas de Nova Friburgo em termos de natureza. A quantidade de lixo recolhida pelo grupo foi tão grande, que deu para encher a caçamba de um caminhão.

O grupo também contou com o apoio da Prefeitura de Nova Friburgo, através da Secretaria Municipal de Turismo, que cedeu um caminhão para que fosse feita a retirada de todo o lixo encontrado no caminho. Comerciantes da localidade também contribuíram com a doação de sacos de lixo e de lanche para os integrantes do mutirão.

“Recolhemos todo tipo de lixo. De entulhos de obra a lixo comum, como copos, pacotes de biscoito, guimbas de cigarro e latas de cerveja e refrigerante. Mas o que nos deixou mais impressionados foi a quantidade de material religioso que retiramos, principalmente na Cachoeira da Adutora. Eram panos, lonas, restos de instrumentos musicais, imagens, roupas, toalhas, pratos, louças, bastante alimento e até um animal morto”, disse Webster Melo da Silva, o Mr Bean, que completou: “Seguramente, mais da metade do lixo coletado era de material religioso e estava no trecho próximo a Cachoeira da Adutora”.

A iniciativa de realizar esse mutirão de limpeza partiu dele e do amigo Bruno Almo, que também é montanhista e amante da natureza. No entanto, a dupla contou com a valiosa colaboração de outras cinco pessoas: Jonathan Balonecker, Nelson da Silva, Bruno de Souza Castro, além do vereador Pierre Moraes e do guarda-parque Felipe Cariello, do Núcleo de Montanha do Parque Estadual dos Três Picos.  

Até mesmo uma placa feita por moradores pedindo que as pessoas não jogassem lixo no local foi retirada e jogada no meio do mato. As mensagens, apesar de emblemáticas, não foram suficientes para sensibilizar quem não tem senso de cidadania e consciência ambiental: “Por favor, recolha seu lixo ou recolha-se, seu lixo. A natureza agradece” e “Não temos coleta, por favor leve seu lixo”.

Com a ajuda de um aplicativo, o trajeto de 15,73 quilômetros (com elevação de 595 metros) foi todo registrado. O percurso teve início na Cachoeira da Adutora, no bairro Cascatinha, depois o grupo seguiu pela estrada do Chapéu da Bruxa, passando por São Bernardo, Estrada do Pico da Caledônia, até chegar ao local conhecido como Bacia. A ideia do grupo é realizar novas ações semelhantes com frequência, de modo a manter os locais limpos e conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da natureza.

 

TAGS: