Fugindo do barulho

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016
por Jornal A Voz da Serra

ENQUANTO a alegria promete correr leve e solta pelas ruas centrais de Nova Friburgo, atraindo a população para a festa do Réveillon, outra festa também atrai friburguenses e turistas que aproveitam as belezas da terra e igualmente movimentam a economia do município. A região de Lumiar e o seu entorno faz a festa de quem não quer saber de shows musicais nem do calor da orla fluminense. E promete repetir a dose neste fim de ano. 

POUSADAS cheias, restaurantes requisitados, e o consumo no comércio em geral marcam a temporada do feriado “off-road” de turistas de todos os lugares. A região, outra vez, mostra que a beleza da Mata Atlântica é um chamariz permanente, aliada à infraestrutura que procura não interferir no meio ambiente, proporcionando a tão sonhada tranquilidade que os grandes centros não oferecem.

AINDA QUE alguns achem que o turismo friburguense vive somente do frio do inverno, muitos apostam nas altas temperaturas do verão da serra, desfrutando os prazeres de um bom banho em rios friburguenses ou o fazer nada sem hora marcada. Os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra e os pequenos lugares em seu entorno mostram que isto é possível, e com qualidade.

EMBORA o turismo ecológico em nosso município não esteja bastante divulgado, principalmente pelos agentes de turismo, a geografia friburguense oferece inúmeras atrações que podem garantir uma oferta permanente de entretenimento e lazer, com benefícios diretos para a economia. Negócios e empregos são gerados com o turismo ecológico e podem ser implementados de forma consistente dentro de uma estratégia municipal de turismo.

O SUCESSO do verão friburguense serve como estímulo para os setores que cuidam do setor na administração pública e na iniciativa privada, abrindo uma saudável discussão sobre as melhores potencialidades e o futuro do turismo. O momento, portanto, é altamente favorável e poderá trazer benefícios a toda a sociedade utilizando uma atividade que promete durar em todas as estações do ano.

 

TAGS: