Frizão recebe o Sampaio Corrêa na estreia da Taça Corcovado

Partida será neste domingo, 4, às 15h, no Eduardo Guinle
sábado, 03 de agosto de 2019
por Vinicius Gastin
Tricolor teve cerca de 15 dias para treinar antes da estreia na Taça Corcovado (Fotos: Rafael Seabra)
Tricolor teve cerca de 15 dias para treinar antes da estreia na Taça Corcovado (Fotos: Rafael Seabra)

O primeiro turno passou, e se o Friburguense não conseguiu chegar às semifinais, ao menos ficou a boa impressão deixada pela equipe nas três últimas rodadas. Afinal de contas há toda a Taça Corcovado pela frente, e a real possibilidade de seguir brigando pelo retorno à primeira divisão do futebol do Rio de Janeiro. Com um time mais encaixado, novas peças disponíveis e uma tabela equilibrada, o Tricolor da Serra chega para o segundo turno com expectativas diferentes.

O primeiro desafio será o jogo contra o Sampaio Corrêa neste domingo, 4, às 15h, no Eduardo Guinle. Geralmente realizada aos sábados, a partida em Nova Friburgo teve a data alterada por conta do compromisso do adversário na última quinta-feira, 1º, pela Copa Rio. Os ingressos são vendidos nas bilheterias do estádio, entre R$ 10 e R$ 20. Às 12h45, os juniores das duas equipes se enfrentam.

“Tivemos um início ruim, muito em função da demora para iniciar o trabalho. Esse ano foi totalmente diferente. Começamos a trabalhar no dia 17 de abril, um mês antes da competição. Parece muito tempo, mas entre aplicação de testes, exames e uma série de outras coisas, o tempo se tornou pouco. Essa demora se deve muito a questão financeira, pois existia a possibilidade de assumir um novo grupo, o que não aconteceu. Nos primeiros jogos alguns jogadores que vieram de outras equipes, onde não foram titulares e estavam também um tempo sem jogar, sem ritmo e até sem uma condição física ideal, também atrapalhou”, avalia o gerente de futebol do Friburguense José Siqueira, o Siqueirinha.

 Com o passar dos jogos e a melhora da condição física, o entrosamento apareceu. O técnico Cadão promoveu inúmeras alterações na equipe, e nas últimas três rodadas, parece ter encontrado uma base. Duas das três vitórias conquistadas no primeiro turno aconteceram nas rodadas finais, e o Frizão sustenta três partidas de invencibilidade – venceu o Tigres, Serra Macaense e empatou com o Campos.

“O que nos deixa tranquilo é que estamos vendo os jogadores que iniciaram de uma forma e hoje estão totalmente diferentes. É o prenúncio de um segundo turno bem melhor. Temos muito a melhorar, mas acho que estamos em uma crescente e vamos brigar por uma posição para chegar no segundo turno e também ficar entre os melhores no geral. Foram 15 dias e uma mini pré-temporada, onde foi priorizada a parte física, questão tática, acertar aquilo que temos que melhorar. O Sampaio Corrêa venceu três dos últimos quatro jogos e também vai brigar pelo segundo turno”, alerta Siqueira ao analisar o adversário deste domingo.

Busca pelo time ideal

O Friburguense entrou em campo de maneira diferente nas últimas três rodadas da Taça Santos Dumont. E não só em termos de escalação. Se não foi o suficiente para buscar a classificação, a postura, a competitividade e os resultados melhores aumentam a confiança para o segundo turno. Jeffinho e Maycon Douglas ficam à disposição de Cadão, que vai conhecendo as características de cada jogador ao longo da competição.

Outro fator que pode contribuir para o crescimento da equipe é a tabela mais equilibrada na Taça Corcovado. Se na Santos Dumont foram cinco jogos fora e apenas três em casa, no segundo turno o Frizão será mandante cinco vezes e visitante em cinco oportunidades. No Eduardo Guinle, até o momento, são duas vitórias e um empate, com quatro gols marcados e dois sofridos.

Mantendo aproveitamento semelhante em Nova Friburgo na sequência da B1, de 77,8%, o time comandado por Cadão dará um passo importante pela vaga nas semifinais da Taça Corcovado. Sem deixar de olhar com carinho, obviamente, para a classificação geral. O Friburguense é o 11º colocado, com 11 pontos, sete a menos que o vice-líder, América.

“A tabela parece ser bem favorável nesse segundo turno. Temos adversários difíceis fora e alguns que dentro do Eduardo Guinle temos a obrigação de ganhar. Sem querer colocar alguns times abaixo, mas jogos com América e Audax, que são de fora, são sempre muitos disputados e às vezes o fator campo não influencia muito. Já o Nova Cidade, Artsul e o Angra jogando em Nova Friburgo temos a obrigação de vencer”, pontua o dirigente.

Taça Corcovado – 1ª rodada

Neste sábado, 3 – 15h
Barra da Tijuca x São Gonçalo, Conselheiro Galvão
Tigres do Brasil x Gonçalense, Los Lários
Bonsucesso x Nova Cidade, Moça Bonita
Itaboraí x Artsul, Alzirão
Serra Macaense x Angra dos Reis, Antônio Medeiros
Campos x Olaria, Ângelo de Carvalho
Duque de Caxias x Goytacaz, Marrentão

Neste domingo, 4
Serrano x América, Atílio Marotti
Friburguense x Sampaio Corrêa, Eduardo Guinle

Jogos do Frizão

04/ago - 15h - Friburguense x Sampaio Corrêa, Eduardo Guinle
10/ago - 10h - Gonçalense x Friburguense, Alzirão
17/ago - 15h - Friburguense x Nova Cidade, Eduardo Guinle
24/ago - 15h - São Gonçalo x Friburguense, Alzirão
31/ago - 15h - Friburguense x Artsul, Eduardo Guinle
04/set - 15h - Audax x Friburguense, Moça Bonita
07/set - 15h - Friburguense x Angra dos Reis, Eduardo Guinle
11/set - 15h - América x Friburguense, Giulite Coutinho
14/set - 15h - Friburguense x Olaria, Eduardo Guinle
18/set - 15h - Goytacaz x Friburguense, Ary de Oliveira

  • Goleiro Afonso, ao lado de Júlio César, Damião e Jorge Luiz, compõem grupo de quatro jogadores presentes a todos os jogos na B1

    Goleiro Afonso, ao lado de Júlio César, Damião e Jorge Luiz, compõem grupo de quatro jogadores presentes a todos os jogos na B1

  • Ajustes, observações e intensificação da parte física: Frizão projeta segundo turno melhor

    Ajustes, observações e intensificação da parte física: Frizão projeta segundo turno melhor

TAGS: futebol | Friburguense