Frizão ganha de goleada na Taça Corcovado: 6 a 2 no Santa Cruz

Time supera ressentimentos do jogo de estreia e desta vez não perde nenhuma oportunidade em campo
quinta-feira, 19 de julho de 2018
por Vinicius Gastin
Comemoração de um dos gols do Friburguense: vitória tranquila em Nova Friburgo
Comemoração de um dos gols do Friburguense: vitória tranquila em Nova Friburgo

Seis gols para espantar qualquer ressentimento do jogo de estreia. O Friburguense manteve o nível apresentado na primeira rodada, e desta vez, conseguiu colocar várias das inúmeras oportunidades criadas no fundo das redes. Sem pretensão alguma, o placar de 6 a 2, construído com três de Lohan, um de Dieguinho, um de Sérgio Gomes e outro do garoto Diego ficou até barato.

O Santa Cruz até chegou a assustar depois do gol de Rincón, mas logo foi nocauteado na tarde da última quarta-feira, 18, no Eduardo Guinle. No fim do jogo, Iago fez o segundo dos visitantes.

Com os três primeiros pontos na Taça Corcovado, o Frizão volta a brigar pelas primeiras posições, e se firma também na disputa da classificação geral. O próximo compromisso é o jogo contra o Barcelona amanhã, 21, às 15h, na Rua Bariri.

Vantagem sem sustos

Um Friburguense diferente das últimas partidas na escalação. Reforçado, porém ainda desfalcado. Com Bidu, Sérgio Gomes e Jorge Luiz de volta, o time ganhou em experiência e qualidade. Damião e Jefinho foram vetados, abrindo espaço para a estreia de Gleison no time titular. Em casa e precisando vencer, o Frizão começou pressionando, primeiro com Dedé e depois com Gleison, que no primeiro toque na bola, bateu firme e parou em grande defesa de Dudu com o pé. Aos quatro minutos, Jorge Luiz caiu pela direita e fez o cruzamento para o corte providencial de Deivison. Recuado em meio ao domínio tricolor, o Santa Cruz tentou pela primeira vez no chute sem direção de Lomba.

Praticamente todas as construções de jogadas passaram por Jorge Luiz e Vitinho. Dieguinho também participou de alguns lances, e assim, o Frizão tentou furar o bloqueio adversário. Numa das investidas de Dieguinho, Lohan por pouco não conseguiu completar. O gol, que estava se desenhando, saiu exatamente dos pés de quem geralmente concede as assistências, em forma de pintura aos 17: Dieguinho arriscou de longe, e a bola ainda triscou na trave antes de entrar.

O caminho era, de fato, pela direita. Dedé e Dieguinho encontraram espaços, e as chances se multiplicaram. O camisa 11 tentou o chute aos 31 minutos, mas Dudu defendeu sem dificuldades. Pouco depois, Lohan teve oportunidade após a defesa bater cabeça, mas não acertou o alvo. Dedé recebeu em profundidade aos 37, mas foi travado por Deivison no momento do chute. Lohan parou no travessão aos 43, e a vantagem mínima foi construída sem muitos sustos, com diversas oportunidades desperdiçadas. A pior notícia foi a lesão de Vitinho, substituído por Murillo ainda antes do intervalo.

Virou goleada

Lohan perseguiu as redes por 45 minutos na etapa inicial: teve oportunidades, errou o alvo e parou no travessão. No segundo tempo, precisou de apenas uma chance para marcar de cabeça, aos dois minutos, o segundo gol do Friburguense. As ações estavam controladas, quando Rincón conseguiu descontar com belo gol aos nove minutos, após jogada individual. Mesmo filme do fim de semana? Não mesmo. O Tricolor manteve a postura, o controle das ações e chegou ao terceiro novamente através de Lohan, aos 13. Metade do gol, se fosse possível, seria dado a Dedé, autor da jogada e do passe preciso para o camisa nove.

O Santa Cruz voltou a assustar, mas quando Jorge Luiz bateu falta com maestria, Sérgio Gomes escorou e o Frizão marcou o quarto, aos 17, aumentando o conforto. No placar e em campo. Sérgio quase anotou mais um de cabeça aos 28, e pouco antes, Marcos André também passou perto de balançar as redes. O destino quis que o garoto Diego, que havia acabado de entrar na vaga anotasse o quinto em seu primeiro toque na bola.

No minuto seguinte, aos 33, Ricardo fez grande jogada pela esquerda e o zagueiro tentou cortar, mas a bola pegou no braço. Pênalti cobrado e convertido por Lohan, marcando o terceiro dele no jogo. Pouco depois, Dedé poderia ter servido o artilheiro da Série B1, mas preferiu arriscar o chute, defendido por Dudu. A equipe visitante ainda descontou com Iago, mas a vitória e a goleada já estavam consolidadas.

Ficha Técnica

Friburguense 6 x 2 Santa Cruz

Campeonato Carioca Série B1 2018

Taça Corcovado - 2ª rodada

Estádio Eduardo Guinle, Nova Friburgo-RJ

18/07/2018 – 15h

Árbitro: Pedro Goulart Martins

Assistentes: Rafael Sepeda e Ian Gomes

 

Friburguense: Luiz Felipe, Dieguinho (Diego), Sérgio Gomes, Marcão e Ricardo; Bidu, Vitinho (Murillo), Gleison e Jorge Luiz; Dedé (Ziquinha) e Lohan.

Técnico: Cadão

Santa Cruz: Dudu; William, Índio, Deivisone, Tinga (Igor); Chuck, China, Alex e Lomba; Vitinho (Iago) e Rincón.

Técnico: Milson Ferreira

 

Resultados da 2ª rodada

Taça Corcovado

Audax 1 x 1 Angra dos Reis, Moça Bonita

AD Itaboraí 0 x 1 Artsul, Alzirão

Duque de Caxias 4 x 1 Barcelona, Marrentão

São Gonçalo 1 x 2 América, Alzirão

Friburguense 6 x 2 Santa Cruz, Eduardo Guinle

Bonsucesso 1 x 1 Barra da Tijuca, Moça Bonita

Olaria 0 x 2 Sampaio Corrêa, Rua Bariri

Serrano 1 x 1 Gonçalense, Atílio Marotti

Tigres do Brasil 1 x 4 Americano, Los Lários

Carapebus 0 x 4 Serra Macaense, Antônio Medeiros

 

- Classificação

Grupo A:

1º - Americano, 6 pontos

2º - Sampaio Corrêa, 6 pontos

3º - América, 6 pontos

4º - Gonçalense, 4 pontos

5º - Angra dos Reis, 4 pontos

6º - Serra Macaense, 3 pontos

7º - Artsul, 3 pontos

8º - Barra da Tijuca, 2 pontos

9º - Barcelona, 0 ponto

10º - Santa Cruz, 0 ponto

Grupo B:

1º - Duque de Caxias, 6 pontos

2º - Bonsucesso, 4 pontos

3º - Audax Rio, 4 pontos

4º - Friburguense, 3 pontos

5º - São Gonçalo EC, 3 pontos

6º - Olaria, 1 ponto

7º - Serrano, 1 ponto

8º - Itaboraí, 0 ponto

9º - Carapebus, 0 ponto

10º - Tigres do Brasil, 0 ponto

 

- Tabela do Frizão

América 3 x 2 Friburguense, Giulite Coutinho

Friburguense 6 x 2 Santa Cruz, Eduardo Guinle

Amanhã, 21 – Barcelona x Friburguense, Rua Bariri

Próximo dia 28 – Friburguense x Barra da Tijuca, Eduardo Guinle

4 de agosto – Artsul x Friburguense, Nivaldo Pereira

11 de agosto – Friburguense x Sampaio Corrêa, Eduardo Guinle

15 de agosto – Angra dos Reis x Friburguense, Jair Toscano

18 de agosto – Friburguense x Gonçalense, Eduardo Guinle

25 de agosto – Serra Macaense x Friburguense, Moacyrzão

1º de setembro – Friburguense x Americano, Eduardo Guinle

 

- Classificação geral:

1º - Americano, 28 pontos

2º - América, 26 pontos

3º - Barra da Tijuca, 22 pontos

4º - Duque de Caxias, 21 pontos

5º - Serra Macaense, 20 pontos

6º - Friburguense, 19 pontos

7º - Sampaio Corrêa, 19 pontos

8º - São Gonçalo EC, 19 pontos

9º - Tigres do Brasil, 18 pontos

10º - Bonsucesso, 18 pontos

11º - Audax, 17 pontos

12º - AD Itaboraí, 12 pontos

13º - Gonçalense, 11 pontos

14º - Angra dos Reis, 10 pontos

15º - Barcelona, 9 pontos

16º - Olaria, 8 pontos

17º - Artsul, 8 pontos

18º - Santa Cruz, 8 pontos

19º - Serrano, 6 pontos

20º - Carapebus, 1 ponto

 

TAGS: futebol