Friburguense leva o ouro no 1º dia de competições do Troféu Brasil

Jhennifer Alves vence, no Maria Lenk, os 50 metros peito da mais importante prova de natação do país
sexta-feira, 20 de abril de 2018
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)
Jhennifer vibra com a confirmação de mais uma conquista em piscinas brasileiras
Jhennifer vibra com a confirmação de mais uma conquista em piscinas brasileiras

A estrela de Jhennifer Alves voltou a brilhar mais forte nas piscinas do Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. A nadadora friburguense superou adversárias de renome, e faturou a medalha de ouro do Troféu Brasil Maria Lenk nos 50 metros peito, sua especialidade.

Para garantir o título da principal competição de natação no Brasil, válida também como seletiva para os campeonatos Pan-Pacífico e Sul-Americano, Jhenny superou, por exemplo, a lituana Ruta Meilutyte, campeã olímpica de 2012 e detentora de algumas das melhores marcas no contexto mundial.

A possibilidade de vitória já se anunciava nas primeiras baterias. Jhennifer, atleta do Pinheiros, completou a prova em 31segundos e três centésimos, enquanto Ruta, do Flamengo, fez a marca de 31seg.17. Durante a final dos 50 metros peito, a friburguense bateu com 30seg.64, enquanto a lituana repetiu o segundo melhor tempo, como fizera antes, e anotou 30seg75.

O bronze ficou com Renata Paula Sander, do Minas, com 31seg10. Principal adversária de Jhenny, Meilutyte havia passado os primeiros 50 metros na prova dos 100 metros peito com 30seg78. Nada capaz de superar mais uma marca histórica para a carreira de Jhennifer.

Nesta sexta-feira, 20, a nadadora de Nova Friburgo participa também da prova dos 200 metros na mesma modalidade e neste sábado, 21, encerra sua participação com os 100 metros nado medley.

O canal Sport TV transmite as provas - veja os horários aqui.

O Troféu Brasil de Natação – Troféu Maria Lenk – Taça Correios é a mais importante competição do calendário da modalidade no país. O torneio tem um peso grande tanto para os nadadores, especialmente da categoria sênior e para os mais novos, uma vez que é classificatório para o Pan-Pacífico, para o Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos e para os Jogos Olímpicos da Juventude.

Vários dos principais atletas da natação brasileira participam do evento, aproveitando para ampliar as coleções de conquistas e melhorar marcas que serão importantes para as demais competições. Dentre os destaques, Gabriel Silva Santos venceu a tradicional prova dos 100 metros livre, aproveitando o fato de não ter a concorrência de César Cielo.

O nadador do Pinheiros, companheiro de equipe de Jhennifer, bateu na frente com o tempo de 47seg.98, a terceira melhor marca do mundo na temporada até agora. A prata ficou com Pedro Henrique Spajari, também atleta do Pinheiros. O bronze foi para Marco Antônio Ferreira, do Minas Tênis Clube.

TAGS: natacao