Friburguense Guto será um dos intérpretes de apoio da Viradouro na Sapucaí em 2020

No ano em que completará 10 anos no carnaval carioca, ele fará jornada dupla no Sambódromo, primeiro com a Acadêmicos do Sossego
sábado, 13 de julho de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Guto no Sambódromo (Arquivo pessoal)
Guto no Sambódromo (Arquivo pessoal)

Você provavelmente não conhece o José Augusto Silva de Oliveira. Mas o Guto Intérprete todo mundo conhece. Aos 32 anos, um dos principais nomes do carnaval friburguense na atualidade anunciou recentemente que será um dos intérpretes de apoio da Unidos do Viradouro, de Niterói, no Grupo Especial do Carnaval 2020.

Segundo o próprio Guto informou ao jornal A VOZ DA SERRA, o convite para fazer parte do time de uma das mais tradicionais escolas de samba da folia carioca partiu de Zé Paulo Sierra, intérprete oficial da Viradouro, logo após o término do carnaval deste ano.

“Gostaria de agradecer o carinho e o apoio de todos, dizer que é sempre uma honra poder levar o nome do carnaval de Nova Friburgo adiante na Sapucaí. Fico muito feliz com cada conquista, que é fruto de muita luta sim, mas que seria impossível sem o apoio e torcida de todos! Será um ano incrível, tenho certeza disso! Vamos juntos, meu povo”, comemorou Guto, que ainda mandou um recado: “Nunca desista dos seus sonhos. Trabalhe sempre com humildade, sem pisar nos outros, estendendo a mão a quem caminha ao seu lado, que Deus sempre há de abençoar”.

Em 2020 Guto completará dez anos de Marquês de Sapucaí e, para celebrar a primeira década na passarela do samba carioca, ele fará jornada dupla no Sambódromo do Rio de Janeiro. Primeiro como intérprete oficial da Acadêmicos do Sossego, também de Niterói, no Grupo de Acesso, pelo segundo ano consecutivo. Depois como intérprete de apoio da Viradouro, no Grupo Especial. Nesses 10 anos, ele também já cantou para Império da Tijuca e Império Serrano. “A função do intérprete de apoio é manter a sustentação do samba-enredo durante todo o desfile, como se fosse uma espécie de coro que auxilia o intérprete oficial”, explicou Guto.

Devido à dupla jornada na Sapucaí, a participação dele ainda não está confirmada no carnaval friburguense de 2020: “A princípio eu sigo na Unidos da Saudade, mas ainda não conversei com a diretoria porque estamos aguardando o fim das negociações no carnaval do Rio e o sorteio das posições de desfile, que será na semana que vem”, explicou o intérprete de Nova Friburgo, que completou: “Mais do que friburguense, sou de Duas Pedras”.

Outros friburguenses que brilham na Sapucaí

Mas Guto Intérprete não é o único friburguense que faz bonito no carnaval carioca. Junto com ele na Acadêmicos do Sossego são mais três: Jefinho e Diego como intérpretes de apoio e Marlon Caetano como cavaquinista.

Além deles, o já consagrado Evandro Malandro é o intérprete oficial da Grande Rio e tem Kaisso como um dos intérpretes de apoio e Paulo Victor como um dos cavaquinistas do carro de som da escola de samba de Duque de Caxias. 

 

TAGS: carnaval