Friburguense conquista 2º lugar em categoria na Descida das Escadas de Santos

Bruno Borher, de apenas 18 anos, participou da prova pela primeira vez no último fim de semana
segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017
por Dayane Emrich
Bruno ficou em segundo lugar na categoria sub-23 (Fotos: Acervo Pessoal)
Bruno ficou em segundo lugar na categoria sub-23 (Fotos: Acervo Pessoal)

O piloto friburguense Bruno Borher voltou para a casa com o sentimento de dever cumprido. O jovem, de apenas 18 anos, conquistou o 2º lugar na categoria sub 23 na 15ª edição da Descida das Escadas de Santos realizada no último sábado, 18, e domingo, 19, no Morro do Pacheco, em Santos, em São Paulo. Além do vice-campeonato na sua faixa etária, ele foi o 22º colocado entre quase uma centena de pilotos, de vários países, que participaram do evento.

Apesar de já ter participado de diversas provas a nível estadual, regional e nacional, esta foi a primeira vez de Bruno nas escadarias de Santos e ele conta que ficou feliz com o resultado. “Fiz minha descida oficial no sábado com o tempo de 1 minuto, oito segundos e alguns milésimos, me tornando vice-campeão na categoria sub-23 e 22º colocado no tempo geral. Infelizmente não consegui a classificação para o domingo, mas fiquei muito satisfeito com o resultado”, disse, acrescentando que “o evento é surreal, com uma estrutura incrível e a descida alucinante e rápida. Foi muito legal participar e estar ao lado de grandes atletas. Só de ter ido foi uma vitória e tanto”, exclamou.

Na prova das Escadas de Santos, cada atleta possui uma descida oficial, onde deve sair do alto da pista e chegar ao fim no menor tempo possível, passando por todos os obstáculos. Os treinos são feitos sempre um ou dois dias antes da descida oficial. Na tarde do sábado, 18, foram disputadas as eliminatórias de várias categorias da competição, enquanto no domingo, 19, aconteceu a descida final, com os 10 melhores pilotos do tempo geral.

Vitória espanhola

O jejum brasileiro pelo título de Rei das Escadas de Santos continuará, pelo menos, até o próximo ano. Na edição do último fim de semana, o espanhol Javier Guijarro, de 25 anos, foi quem se consagrou campeão. Além de levar o troféu para casa, o piloto desbancou o tempo do eslovaco Filip Polc e bateu um novo recorde. Polc, que se aposentou em 2016, era dono do melhor tempo com 58 segundos e 895 milésimos. O espanhol, no entanto, desceu os 514 degraus do morro -- cerca de 600 metros e desnível de 143 metros, equivalente a um prédio de 45 andares -- em 58 segundos e 377 milésimos. O vice-campeão foi o piloto Wallace Miranda, de Aparecida-SP, com 59 segundos e 114 milésimos. Desde 2009, quando Wallace Miranda tornou-se bicampeão, um brasileiro não vence o desafio.

  •  “Infelizmente não consegui a classificação para o domingo, mas fiquei muito satisfeito com o resultado”, disse

    “Infelizmente não consegui a classificação para o domingo, mas fiquei muito satisfeito com o resultado”, disse

  • Bruno fez o tempo de 1 minuto e 8 segundos de descida (Foto: Marcello Paiva)

    Bruno fez o tempo de 1 minuto e 8 segundos de descida (Foto: Marcello Paiva)

TAGS: ciclismo | Downhill