Friburgo Vôlei faz boa estreia em primeira etapa da Liga Rio

Time treina regularmente no Country Clube para os desafios da temporada
segunda-feira, 03 de abril de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Friburgo Vôlei/NFCC trabalha com categorias diversas: parte do resgate do voleibol no município
Friburgo Vôlei/NFCC trabalha com categorias diversas: parte do resgate do voleibol no município

Um início positivo para um ano que promete. As meninas do Friburgo Vôlei participaram da primeira etapa da Liga Rio Vôlei de 2017, categoria sub-15, no Marina Barra Clube, e deram o pontapé inicial para os compromissos da temporada. A competição, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, contou com a participação de 11 equipes e teve como destaque o desempenho das atletas friburguenses.

Depois de uma primeira fase invicta, sem perder um set sequer, o Friburgo Vôlei esbarrou no Clube dos Funcionários CSN, de Volta Redonda, nas semifinais. Nada que tire o brilho da campanha e da terceira colocação conquistada. Como prêmio, o time friburguense teve três atletas na seleção da primeira etapa: Duda Cano foi eleita melhor ponteira, Alícia Ynoue a melhor meio e Maria Clara Gil Barreto a atleta revelação. A próxima etapa deve acontecer em Nova Friburgo, em maio. Para tanto, a equipe se mobiliza e busca o apoio necessário.

“Conseguimos três excelentes vitórias na fase classificatória, mas infelizmente na semifinal fomos superados pela equipe de Volta Redonda. Nossa batalha começou com uma baixa. Logo no primeiro ataque, do primeiro jogo contra a equipe do Voleibarra, nossa atacante Marina Lima sofreu uma entorse em um dos joelhos e ficou o restante da competição apoiando a equipe de fora da quadra. Contudo nosso ‘trunfo’, Luiza Labandeira, substituiu a altura e em conjunto com a equipe superou o susto”, avalia Gustavo Costa, o Japa, técnico da equipe.

A caminhada até as semifinais teve vitórias pelo placar de 2x0 contra VoleiBarra, São Gonçalo Vôlei Clube e Academia GEO, de Pedra de Guaratiba. “Gostaríamos de agradecer a todos os pais que nos apoiaram, mas principalmente a Paloma Santos, Margarete Duarte e Alexandre Moraes, que nos apoiaram dentro e fora das quadras, ao Nova Friburgo Country Clube e ao Celso, diretor de esportes, e a recepção e atenção do pessoal do Ripper Volley, especialmente a meu amigo Marco Ripper Nogueira, que apoiaram a nós e nossa atleta lesionada em todos os momentos.”   

De acordo com o regulamento, os times foram divididos em três grupos. No A, a chave que contava com três clubes apenas, estavam Marina Barra Clube (Barra da Tijuca), Academia Fluminense (Pedra de Guaratiba) e Grajaú T.C. (Grajaú). No grupo B, se enfrentaram Petropolitano F.C. (Petrópolis), Casa dos Açores (Tijuca), Volta Redonda e Escola Nova (Leblon). O Vôlei Friburgo / NFCC compôs a chave C, ao lado do Voleibarra (Barra da Tijuca), São Gonçalo Vôlei Clube e Academia GEO (Pedra de Guaratiba).

Depois dos confrontos dentro da própria chave, os dois melhores colocados de cada avançaram para a semifinal. Cada partida foi disputada em uma melhor de três sets de 18 pontos, com ponto limite no 20º ponto, com direito a um tempo por set. Os tie breaks foram de 15 pontos, com ponto limite no 17º ponto.

O Friburgo Vôlei NFCC atuou com as atletas Mariana Mezavila, Laura Duarte, Duda Cano, Deborah Mackenzie, Maria Clara Gil Barreto, Luiza Labandeira, Marina Lima, Isabela Soares Antunes, Manoela Mendonça, Alicia Ynoue e Sarah Chagas.

Os jogos do Friburgo Vôlei

Voleibol NFCC 2x0 Voleibarra - RJ
Voleibol NFCC 2x0 São Gonçalo Vôlei Clube
Voleibol NFCC 2x0 Academia GEO - Pedra de Guaratiba
SEMIFINAL
Voleibol NFCC 1x2 Clube dos Funcionários CSN - Volta Redonda

TAGS: voleibol