Festa com crescimento

sexta-feira, 20 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra

CHEGANDO aos 200 anos com a cara da modernidade, Nova Friburgo tem pela frente os desafios de uma cidade contemporânea. Sob todos os aspectos, bons e ruins, a sociedade friburguense absorve as tendências, as expectativas e as diversas culturas do país e traduz para o cotidiano a sua forma de viver.

COMO em muitas cidades brasileiras de médio porte, Nova Friburgo vive permanentes desafios para possibilitar uma boa qualidade de vida para a população. Educação, trabalho, segurança pública, mobilidade urbana e saúde são questões que nem sempre atingem aos seus objetivos, sendo motivo de preocupação de toda a comunidade e também dos governos.

GRAÇAS AO número de indústrias, um forte comércio e uma extensa rede de prestadores de serviços, o município se firma como polo de desenvolvimento regional com um PIB (Produto Interno Bruto) em cerca de R$ 3,5 bilhões, um considerável mercado de trabalho e uma relativa qualidade de vida.  É preciso, agora, buscar novas formas de manter o que já foi obtido, expandindo ainda mais.

O TURISMO se apresenta como uma das mais fortes tendências econômicas da cidade e não apenas ele. A cultura e o meio ambiente se fortalecem atraindo novos visitantes . O aumento do número de turistas na região comprova a importância do complexo friburguense, e as previsões são as mais otimistas.   

PASSADA a festa, Nova Friburgo prosseguirá com seus altos e baixos, expectativas e perspectivas de crescimento. Não são sonhos impossíveis. Ao contrário, sua população empreendedora não está desatenta ao futuro do país e acredita no progresso e nas perspectivas que se apresentam.

TAGS: