Feriadão é bom para viajar, mas é preciso cuidado nas estradas

Maioria das rodovias da região tem estado de conservação precário
quinta-feira, 14 de novembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
A RJ-130 em seu trecho inicial, em FRiburgo: cheia de ondulações (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
A RJ-130 em seu trecho inicial, em FRiburgo: cheia de ondulações (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Com a possibilidade de melhora no tempo neste fim de semana e, principalmente a torcida dos friburguenses que programaram viajar neste feriadão da República para as praias da Região dos Lagos, a previsão é que as estradas tenham grande movimento a partir desta sexta-feira, 15, (feriado), até o próximo domingo, 17. Quem vai viajar de carro deve ficar atento e ser bem cauteloso ao volante, pois a maioria das estradas da região estão com as pistas em estado de conservação bem precário, com muitos buracos e sinalização deficiente.

A atenção deve ser redobrada na RJ-142 (Friburgo-Casimiro de Abreu), a Estrada Serramar – foto - , que além de sinuosa, tem trechos bastante perigosos e recordistas de acidentes, como as imediações da Ponte Santa Luzia, no distrito de Lumiar, devido à proximidade da ponte com uma curva e pouca iluminação à noite. Há riscos de acidentes também devido ao mau estado de conservação das pistas das rodovias RJ-130 (Tere-Fri) e RJ-148 (Friburgo-Carmo), que são muito utilizadas pelos friburguenses que se dirigem a Minas Gerais.   

Na RJ-116, principal acesso de Nova Friburgo a Niterói e aos demais municípios do Grande Rio, a concessionária que administra o trecho privatizado da rodovia, entre Itaboraí e Macuco, Rota 116, prevê que 115 mil veículos passem pela rodovia neste feriadão. Desde quinta-feira, 14, equipes da concessionária estão de plantão para auxiliar os motoristas. É preciso ter atenção redobrada no trecho do quilômetro 53,3 na Serra dos Três Picos, em Cachoeiras de Macacu, que está funcionando no sistema de “pare e siga”, devido às obras de contenção de uma encosta que deslizou.

Em caso de emergência os motoristas devem ligar para o 0800 282 0116 (ligação gratuita) solicitando carros de inspeção, ambulâncias, caminhões guinchos e de combate a focos de incêndio e de apreensão de animais. Os veículos e equipes estarão posicionados em pontos estratégicos da rodovia, durante 24 horas, e também nas quatro praças de pedágio. A tarifa para carros de passeio é R$ 6.   

Quem optar por viajar de ônibus até esta quinta-feira, 14, não enfrentava dificuldade para encontrar passagens nos coletivos das linhas que ligam Friburgo ao Rio, Cabo Frio e Macaé, via Rio das Ostras. A empresa que opera estas rotas informou que irá disponibilizar ônibus extras, principalmente para as linhas de acesso à região litorânea, caso haja grande procura.

Comércio: Quem optar por ficar este feriadão em Friburgo terá a chance de ir às compras com mais calma. O comércio local está autorizado a funcionar nesta sexta-feira. A abertura das lojas é facultativa e válida somente para os estabelecimentos que aderiram a um acordo coletivo da categoria firmado entre os sindicatos do Comércio e o dos comerciários.

 

TAGS: Trânsito