Eu sou + 1 por um trânsito + seguro

quinta-feira, 22 de setembro de 2016
por Jornal A Voz da Serra

O NÚMERO de veículos emplacados em Nova Friburgo, conforme registrou reportagem publicada ontem, 22, em A VOZ DA SERRA, surpreende: perto de 120 mil circulam pelas ruas da cidade, que mal chega a 185 mil habitantes. Vamos acender o sinal de alerta para registrar esta quase impossível convivência. Temos uma média de 1,5 habitante para cada veículo. 

ESTAMOS no último dia da Semana Nacional do Trânsito e vamos encerrar falando sobre o tema que foi bem escolhido pelo Denatran, que desenvolveu a campanha: “Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”. Embora as autoridades não tenham tomado nenhuma iniciativa para lembrar a importância do cuidado com a direção, vale a pena registrar a data.

VIVEMOS numa sociedade que tem o hábito de responsabilizar o estado, autoridades e governos pelas mazelas do país. Em muitos casos são críticas absolutamente procedentes, mas quando o tema é segurança no trânsito não podemos esquecer que quem faz o trânsito são seres humanos, ou seja, somos nós.

DEVERÍAMOS aproveitar a importância desta semana para refletir sobre nosso comportamento como pedestres, passageiros, motoristas, motociclistas, ciclistas, pais, enfim, como cidadãos cujas ações têm reflexo na nossa segurança, assim como dos demais. O pedestre que não respeita a faixa coloca em risco sua vida e também a do motorista e de terceiros. 

MUITAS VEZES para desviar de um pedestre e evitar seu atropelamento, um motorista perde o controle do veículo e provoca um acidente grave com outras pessoas que nada têm a ver com o comportamento do pedestre. Não precisamos nem aprofundar as consequências dos motoristas que andam em excesso de velocidade, sob efeito de álcool, ou que dirigem uma carreta cansados. São todos fatores humanos que contribuem para o que chamamos de acidente.

POR OUTRO lado, apesar das frequentes críticas, o fato é que as estradas estão melhorando, a sinalização nas ruas e cidades também, os carros têm tecnologia cada vez mais avançada, com air bag, ABS obrigatório de fábrica, os sistemas eletrônicos de fiscalização são cada vez mais eficientes…. E até após o acidente, o DPVAT, seguro que ampara as vítimas de trânsito, também tem sido aprimorado, principalmente na agilidade no atendimento e desburocratização para pagar a indenização.

ATÉ EM termos legislativos o país tem evoluído. O Código de Trânsito Brasileiro é um dos melhores do mundo, e a chamada “Lei Seca” também ofereceu às autoridades instrumento para combater os motoristas alcoolizados, que tantos acidentes provocam. Até na questão dos motoristas que dirigem sob efeito de drogas, temos uma nova legislação, inicialmente focada nos motoristas profissionais, mas que, com o tempo, vai atingir a todos os que usam drogas ao volante.

NESTA semana nacional do trânsito pelos menos centenas de pessoas vão ter morrido nas ruas e nas estradas. Não podemos mais tolerar esses números e, para que isso mude realmente, é preciso que cada um de nós seja de fato o agente da mudança na direção de um trânsito mais seguro. 

 

TAGS: