Estado do Rio poderá ganhar até 30 colégios militares

Unidades em Cordeiro e no Carmo já estão prontas. Inscrições para as primeiras turmas começam semana que vem
quarta-feira, 15 de janeiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Estudantes de um colégio militar posam para foto (Reprodução da web)
Estudantes de um colégio militar posam para foto (Reprodução da web)

O governo do Estado do Rio  anunciou esta semana a inauguração de 11 colégios militares neste início de ano na Região Metropolitana e no interior. A expectativa é que, até o final de 2020, pelo menos 30 escolas deste modelo sejam inauguradas. Na região Centro-Norte fluminense, haverá colégios militares em Cordeiro e Carmo. Os municípios de  de São Gonçalo, Rio Bonito, Areal, Araruama, Miracema, Santo Antônio de Pádua, Três Rios e Resende também vão ganhar unidades de ensino militares em breve. As inscrições para as primeiras turmas começam na próxima terça-feira, 21, pelo site Matrícula Fácil (ACESSE AQUI).

Ano passado, Volta Redonda e Miguel Pereira, no Sul do Estado, tiveram suas unidades implementadas. Segundo o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, a oferta de vagas nestas unidades está ocorrendo na segunda fase da matrícula das unidades estaduais, para atrair os estudantes que tenham interesse nesta forma de ensino. Ou seja, o objetivo é que as escolas militares sejam escolhidas por vocação e não por falta de opção.

“A Secretaria Estadual de Educação só abriu as escolas militares depois de garantir que terá vaga para todo mundo no ensino regular”, explicou o secretário. Dos 224 mil estudantes inscritos na pré-matrícula para as escolas estaduais, 172 mil conseguiram vagas em uma das três escolas de preferência. De acordo com Fernandes, essas oportunidades são as mais disputadas, já que as escolas são concorridas, de tempo integral e com formação profissional.

O secretário de Educação informou ainda que só vai divulgar a abertura dos novos colégios militares que o Estado do Rio de Janeiro pretende implementar até o fim do ano com as obras das unidades já terminadas.

 

TAGS: Educação