Enem 2018: mais de 5,5 mil fizeram provas em Friburgo

Primeira fase do exame foi aplicada neste domingo, dia em que o horário de verão entrou em vigor
segunda-feira, 05 de novembro de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Enem 2018: mais de 5,5 mil fizeram provas em Friburgo

Neste domingo, 4, em Nova Friburgo, 5.513 estudantes deram início à maratona de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 na cidade. Candidatos de cidades vizinhas se juntaram aos que moram no município para realizar, em dois domingos seguidos, 4 e 11 de novembro, 180 questões de múltipla escolha e uma redação que podem definir o rumo de suas vidas no próximo ano.

Com a entrada em vigor do horário de verão no mesmo dia da primeira etapa do exame, em 4 de novembro, os estudantes tiveram que ficar atentos à hora. O MEC recomenda que os inscritos conheçam o local de prova com antecedência. Os portões foram abertos às 12h e fechados às 13h nas cidades da Região Sudeste. 

A primeira fase do exame, neste domingo, 4, teve duração de cinco horas e 30 minutos. Os estudantes fizeram uma prova com 90 questões de múltipla escolha com conteúdos sobre Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias, além de escrever uma redação dissertativa-argumentativa a partir de uma situação-problema com no máximo 30 linhas. Já a segunda fase do Enem, continuará no domingo seguinte, dia 11 de novembro. Neste dia, a prova conterá 90 questões de múltipla escolha que versarão sobre Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Os estudantes terão cinco horas para concluir o exame e preencher o cartão com as respostas.

O gabarito oficial da prova será divulgado até o dia 14 de novembro no site e no app do Enem. O boletim de desempenho (resultado final) dos candidatos estará disponível em 18 de janeiro de 2019 para os participantes regulares. Já os treineiros, como são chamados os inscritos que fazem o Enem como forma de autoavaliação, poderão conferir suas notas dois meses depois. O espelho de correção das redações será disponibilizado no primeiro semestre de 2019, em data ainda a ser divulgada.

Nos dias de aplicação da prova, o aluno deverá levar somente caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente e, claro, um documento oficial de identificação original com foto. Recomenda-se também que leve impresso o cartão de confirmação da inscrição, pois nele consta informações como número da sala em que candidato fará o exame. O inscrito que precisar comprovar comparecimento à prova deve imprimir a declaração na página do Enem e levá-la nos dois dias de provas.

Os inscritos podem consultar o local em que realizarão as provas em enem.inep.gov.br/participante ou também no aplicativo Enem 2018 para celulares. O cartão de confirmação da inscrição contém dados do estudante, o endereço, a data e hora da aplicação da prova, além das informações sobre a língua estrangeira escolhida e recursos de acessibilidade, se tiverem sido solicitados. Caso tenha problema com as informações do cartão ou dificuldade de acesso ao documento, o participante pode entrar em contato com o Ministério da Educação (MEC) pelo telefone 0800-616161 ou pelo link Fale Conosco, no site do Enem.

Com 20 anos de existência, o Enem é o segundo maior exame público aplicado no mundo. Quase 100 milhões de brasileiros já se inscreveram para realizar as provas em duas décadas, segundo o MEC. Este ano, 5,5 milhões farão o exame. As notas das provas são usadas para acesso a universidades públicas, através do Sisu, ou para ingresso em universidades privadas, por meio de bolsas concedidas pelo governo federal através do Prouni. O resultado do Enem também permite inscrição no Fies, o programa federal de financiamento estudantil, e até em universidades portuguesas.

 

TAGS: Educação