Edital da TV Câmara terá que ser publicado com pelo menos 30 dias de antecedência

TCE determinou mudança de modalidade da licitação, de tomada de preços para concorrência
quarta-feira, 27 de março de 2019
por Jornal A Voz da Serra
O plenário da Câmara Municipal de Nova Friburgo (Arquivo AVS)
O plenário da Câmara Municipal de Nova Friburgo (Arquivo AVS)

Foi retirada do edital de licitação da TV Câmara a cláusula que previa que a empresa vencedora deveria ter estrutura própria para transmitir as sessões da Casa, bem como a que tornava obrigatória a realização de visita técnica, informa a coluna do Massimo.

Até aí nenhuma complicação, mas ocorre que o Tribunal de Contas do Estado determinou também a mudança de modalidade, de tomada de preços para concorrência. E aí a situação se torna um pouco mais complexa, dada a necessidade de publicação de edital com, no mínimo, 30 dias de antecedência.

Mesmo considerando o esforço da Câmara Municipal de Nova Friburgo para resolver a situação com a máxima celeridade, dá para arriscar que nos próximos dois meses não teremos as sessões transmitidas pela TV. Diante da nova situação, o colunista pergunta se não existem recursos internos capazes de melhorar, um pouco que seja, a captação do áudio nas transmissões via internet que vêm sendo realizadas. Da forma como está, a compreensão às vezes fica um tanto precária, afirma Massimo.

TAGS: