É Copa! Frizão vence Olaria e segue invicto há 5 jogos

Equipe volta a campo neste sábado, quando recebe o Serrano, às 15h, no Eduardo Guinle
sexta-feira, 22 de junho de 2018
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)
A selfie da vitória: tricolor vive grande momento na Série B1
A selfie da vitória: tricolor vive grande momento na Série B1

 Foram muitas as oportunidades criadas, e o placar poderia até mesmo ter sido mais elástico. No entanto, o gol solitário do artilheiro Lohan, aos 19 minutos do segundo tempo, foi o suficiente para o Friburguense vencer o Olaria por 1x0, na Rua Bariri, e conquistar os três pontos. A partida aconteceu na tarde da última quarta-feira, 20, e o resultado manteve o Tricolor da Serra na segunda colocação do grupo B. A equipe comandada por Cadão só depende de si para ir às semifinais da Taça Santos Dumont, o primeiro turno do Campeonato Carioca da Série B1.

Invicto há cinco jogos, o Frizão volta a campo no próximo sábado, 23, quando recebe o Serrano, às 15h, no Eduardo Guinle. Os ingressos são vendidos nas bilheterias do estádio, a preços a partir de R$ 10.

Em campo, o mesmo Friburguense dos últimos jogos. Encaixado, apresentando bom futebol e embalado. Do outro lado, um Olaria em momento instável, com direito a troca de comando e de vários jogadores dias antes da partida. A empresa que geria o futebol do clube foi trocada, e enquanto reforços como o experiente atacante Leandrão não estreiam, a aposta é nas divisões de base.

O reflexo desse cenário foi um Tricolor mais seguro, tentando impor o próprio ritmo nos primeiros minutos. O time da casa errou na saída de bola, e Dedé por muito pouco não conseguiu aproveitar. Aos cinco minutos, um lance incrível: Jorge Luiz fez grande jogada pelo meio, bateu e o goleiro Lucas Paulista deu rebote. Dedé aproveitou e rolou para Jefinho, traído pelo quique da bola na pequena área, escorar para fora. Pouco depois, Vitinho arriscou de longe e Lucas voltou a defender.

O Friburguense seguiu pressionando, especialmente ao recuperar a posse de bola no campo de ataque. Aos 27 minutos Dedé rolou, Lohan devolveu e o camisa 11 bateu por cima do gol. Pouco depois, Bidu fez novo desarme no meio-campo e entregou para Jorge Luiz arriscar pela terceira vez de fora da área, próximo ao ângulo direito. Enquanto isso, Luiz Felipe foi mero espectador na primeira etapa. O amplo domínio tricolor só não se transformou em gols devido à falta de capricho nas conclusões.

O Olaria voltou para o segundo tempo com nova dupla de ataque. No entanto, o Friburguense manteve a postura agressiva, a posse de bola e foi mais perigoso. Aos quatro, por muito pouco a trama entre Jorge Luiz e Ricardo não terminou em cabeceio do camisa 10. Rafael subiu e afastou antes da conclusão. Assim como na primeira etapa, o Tricolor da Serra povoava o campo de ataque, era pouco ameaçado, mas não conseguia transformar o domínio em gol. O fim da aflição veio aos 19 minutos, quando Lohan apareceu na pequena área para escorar o desvio de Bidu e balançar as redes na Rua Bariri.

O alívio nos pés da camisa nove não fez o Friburguense relaxar. O Olaria se atirou ao ataque, embalado pelo misto de apoio e protesto de seu torcedor, mas sem efetividade. Nos contra ataques, o Tricolor da Serra apostava na velocidade de Ziquinha e Juninho - opções de Cadão na etapa final - e nas investidas do lateral Ricardo. Com o reforço do volante Rômulo na marcação, o Frizão fechou o meio-campo e passou a acompanhar os ponteiros do relógio. E eles jogaram a favor, apesar do três minutos de acréscimo. O Friburguense volta com uma vitória importante e segue na rota das semifinais.

Ficha Técnica

Olaria 0x1 Friburguense

Campeonato Carioca Série B1 2018

Taça Santos Dumont – 7ª rodada (1º turno)

Estádio da Rua Bariri, Olaria-RJ

20/06/2018 – 15h

Público: 200 presentes (72 pagantes)

Renda: R$ 1.600,00

 

Árbitro: Yuri Elino da Cruz

Assistentes: Guilherme Tavares e Gabriel Duarte

 

Olaria: Lucas Paulista; França, William Teixeira, Rafa e Titico; Anthony, Jean, Lucão (Sorín) e Jefferson; William Santos (Ygor) e Vinicius Matheus (Lipão).

Técnico: Paulo Pedro

 

Friburguense: Luiz Felipe, Dieguinho, Sergio Gomes, Bidu e Ricardo; Damião, Vitinho, Jefinho (Romulo) e Jorge Luiz (Juninho); Dedé (Ziquinha) e Lohan.

Técnico: Cadão

Resultados da 5ª rodada:

Santa Cruz 2x0 Artsul

Angra dos Reis 1x2 Serra Macaense

Olaria 0x1 Friburguense

Carapebus 1x3 São Gonçalo

Bonsucesso 0x0 Duque de Caxias

Itaboraí 1x2 Audax

Sampaio Correa 3x1 Gonçalense

Barra da Tijuca 0x1 America

Americano 2x0 Barcelona

Serrano 1x2 Tigres

 

- Classificação – Grupo A:

1º - Americano, 16 pts

2º - America, 14 pts

3º - Barra da Tijuca, 14 pts

4º - Sampaio Corrêa, 12 pts

5º - Serra Macaense, 11 pts

6º - Barcelona, 8 pts

7º - Angra dos Reis, 6 pts

8º - Artsul, 5 pts

9º - Santa Cruz, 5 pts

10º - Gonçalense, 4 pts

 

-Grupo B:

1º - Tigres do Brasil, 15 pts

2º - Friburguense 13, pts

3º - São Gonçalo EC, 13 pts

4º - Duque de Caxias, 11 pts

5º - Bonsucesso, 10 pts

6º - Itaboraí, 9 pts

7º - Audax Rio, 9 pts

8º - Serrano, 5 pts

9º - Olaria, 3 pts

10º - Carapebus, 1 pt

 

- Tabela do Frizão - Taça Santos Dumont:

Audax Rio 1x0 Friburguense, Moça Bonita

Friburguense 0x1 São Gonçalo, Eduardo Guinle

Duque de Caxias 0x1 Friburguense, Marrentão

Friburguense 2x1 Itaboraí, Eduardo Guinle

Bonsucesso 1x1 Friburguense, Moça Bonita

Friburguense 6x2 Carapebus, Eduardo Guinle

Olaria 0x1 Friburguense, Rua Bariri

23/06 – Friburguense x Serrano, Eduardo Guinle

30/06 – Tigres do Brasil x Friburguense, Los Lários

 

TAGS: futebol