Data marcada: arbitral define início da série B Estadual para 13 de maio

Além do Friburguense, outras 32 equipes estão confirmadas na competição
segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017
por Vinicius Gastin
Eduardo Guinle é a casa do Frizão também na série B: competição começa em maio (Foto: Divulgação)
Eduardo Guinle é a casa do Frizão também na série B: competição começa em maio (Foto: Divulgação)

A mais longa e difícil caminhada do Friburguense em 2017 já tem data para começar. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) definiu no início da semana as datas de início das séries B1, B2 e C. A Segunda Divisão Estadual, onde está o Friburguense, terá início no dia 13 de maio. A série B1 será disputada por 21 equipes, enquanto a série B2, antiga série C do Estadual, terá a presença de 12 agremiações.

O antigo Torneio Amistoso, agora formatado como a série C Estadual, terá início no dia 2 de julho. Neste campeonato, os times que estiverem regulares junto à Federação poderão entrar na disputa. A competição ainda não possui uma definição quanto à reunião arbitral, mas a tendência é que seja disputada nos mesmos moldes da antiga série C, com atletas de idade inferior a 23 anos.

Além do Friburguense, estão confirmados na Série B1 as equipes do America, Americano, Artsul, Audax Rio, Barcelona, Barra da Tijuca, Barra Mansa, Duque de Caxias, Gonçalense, Goytacaz, Itaboraí, Olaria, Queimados, Sampaio Corrêa, São Cristóvão, São Gonçalo EC, Serra Macaense e Serrano, além das duas equipes rebaixadas da série A. Tigres, Bonsucesso, Cabofriense e Campos/Carapebus brigam contra o descenso.

Na série B2, Angra dos Reis, Araruama, Bela Vista, Belford Roxo, Ceres, Duquecaxiense, Futuro Bem Próximo, Juventus, Mesquita, Nova Cidade, Rio de Janeiro e Rio São Paulo estão na disputa pelo acesso à B1. A listagem das equipes que estão presentes na série C ainda não foi divulgada.

Clubes terão isenção nas despesas

Ao promover modificações e discutir o regulamento em arbitral, a Ferj manteve a ideia de repetir o regulamento disputado na série A deste ano, com exceção da fase seletiva. Já na parte financeira, os clubes das séries B1 e B2 terão isenção de 100% das despesas de jogo no borderô. Além disso, só será permitida a realização de jogos nos estádios que estiverem com todos os laudos técnicos renovados.

O estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo, não deverá enfrentar problemas quanto à sua liberação. Entretanto, outros estádios deverão passar por reformas ou não estarão aptos a receber as partidas. Outro ponto importante é a permissão para inscrever atletas sem limite de idade. 

TAGS: Friburguense | Campeonato Carioca