Cruz Vermelha treina voluntários na Praça Dermeval Barbosa

Inscrições já estão abertas para nova turma do curso de primeiros socorros; município já tem 250 pessoas capacitadas
sexta-feira, 05 de julho de 2019
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Voluntários treinam imobilização e transporte de vítimas na Praça Dermeval (Fotos de divulgação/ Cristina Levorato)
Voluntários treinam imobilização e transporte de vítimas na Praça Dermeval (Fotos de divulgação/ Cristina Levorato)

A filial friburguense da Cruz Vermelha Brasileira, que atende toda a Região Serrana, treinou na noite desta quinta-feira, 4, na Praça Dermeval Barbosa Moreira, cerca de 30 alunos de mais uma turma do curso de primeiros socorros que está se encerrando. Sob a liderança do instrutor Heden Levorato, os voluntários puseram em prática técnicas de imobilização e transporte de vítimas por ambulância, utilizando um veículo da instituição.

Segundo o diretor da Cruz Vermelha de Nova Friburgo, Luiz Claudio Rosa, as inscrições já estão abertas para o próximo curso de primeiros socorros, que será realizado em agosto na sede da entidade, na Praça Getúlio Vargas. De acordo com Luiz Cláudio, Nova Friburgo já tem hoje 250 socorristas treinados e capacitados para agir em situações de emergência.

A Cruz Vermelha surgiu de forma espontânea em Nova Friburgo, logo após a tragédia de 2011, quando cerca de 150 voluntários treinados vieram de todo o Brasil e até mesmo do exterior para atuar no socorro às vítimas. Na época, arregimentaram rapidamente os braços disponíveis: nas igrejas, associações de moradores, jipeiros, motociclistas. 

Conectados a serviços de meteorologia, à Rede de Defesas Civis Estaduais (Redec) e por redes sociais, os voluntários da Cruz Vermelha-NF estão sempre prontos para agir, mediante convocação ou por iniciativa própria. Além de atuarem em calamidades, dão apoio a eventos com grandes aglomerações, como réveillon e carnaval, e também a entidades filantrópicas.

Os voluntários da Cruz Vermelha nada recebem além da gratidão dos socorridos. Equipamentos como picape, ambulância, barcos infláveis, cordas, capacetes, capas de chuva e galochas são todos doados pela Cruz Vermelha do Rio de Janeiro ou comprados com recursos próprios, obtidos através da prestação de cursos e treinamentos como o de primeiros socorros.

Lei obriga capacitação em primeiros socorros nas escolas

Outra fonte de recursos é o treinamento de primeiros socorros para professores e funcionários de escolas, que passou a ser obrigatório por força de lei federal, tanto em estabelecimentos públicos quanto privados. A lei determina que todas as escolas, creches e berçários tenham profissionais treinados em primeiros socorros, capazes de agir em situações emergenciais, até a chegada de equipes médicas. Os cursos devem ser ministrados por entidades especializadas em práticas de auxílio imediato e emergencial à população.

Para entrar na Cruz Vermelha de Nova Friburgo, o candidato a voluntário precisa fazer o curso de primeiros socorros, com carga horária de 30 horas, num total de dez quintas-feiras, das 19h às 22h, na sede da entidade (Praça Getúlio Vargas, 92). O custo é R$ 200, em duas parcelas. Comunidades carentes  também recebem esse treinamento, gratuitamente, uma vez por ano. Já foram beneficiados moradores de Córrego Dantas, Campo do Coelho, Amparo, São Geraldo, Conselheiro Paulino, Riograndina e Maria Teresa. Há treinamentos também de sobrevivência na selva e de resgates em áreas de difícil acesso.

No mundo, os voluntários da "Red Cross" somam quase cem milhões de pessoas. A organização é um movimento internacional humanitário, criado em 1863 em Genebra e premiado três vezes com o Prêmio Nobel da Paz, por aliviar o sofrimento humano em guerras e conflitos. Por isso a bandeira é igual à da Suíça, mas com as cores invertidas.

Veja mais fotos do treinamento na galeria de fotos abaixo.

  • Parte da turma de voluntários que está se formando

    Parte da turma de voluntários que está se formando

  • No Centro de Turismo, a simulação de resgates com dificuldades

    No Centro de Turismo, a simulação de resgates com dificuldades

  • O instrutor Heden Levorato mostra para os alunos os equipamentos da ambulância

    O instrutor Heden Levorato mostra para os alunos os equipamentos da ambulância

  • Do lado de fora, atenção total dos alunos do curso de primeiros socorros

    Do lado de fora, atenção total dos alunos do curso de primeiros socorros

  • Imobilização da cervical, uma das técnicas mais importantes aprendidas

    Imobilização da cervical, uma das técnicas mais importantes aprendidas

  • Trabalho em equipe, base do sucesso de entidades humanitárias como a Cruz Vermelha

    Trabalho em equipe, base do sucesso de entidades humanitárias como a Cruz Vermelha

  • O instrutor Heden mostra a fixação correta de um colar cervical na vítima

    O instrutor Heden mostra a fixação correta de um colar cervical na vítima

TAGS: cruz vermelha