Consumo de álcool e drogas por menores: pais serão notificados

Operação realizada na última sexta flagrou adolescentes com substâncias lícitas e ilícitas. Três bares foram fechados
segunda-feira, 09 de abril de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
A Rua Monte Líbano foi um dos alvos da operação (Fotos de divulgação da PMNF)
A Rua Monte Líbano foi um dos alvos da operação (Fotos de divulgação da PMNF)

Os responsáveis pelos nove adolescentes flagrados consumindo ou portando bebidas alcoólicas e drogas, na última sexta-feira, 6, no Centro de Nova Friburgo vão ser notificados, esta semana, para comparecerem ao Conselho Tutelar. Os jovens foram abordados durante uma operação realizada pela Secretaria Municipal de Política sobre Drogas para inibir o consumo dessas substâncias por menores na noite friburguense.

 “Em até 15 dias, vamos agendar uma data para que os pais venham ao Conselho Tutelar”, disse a conselheira, Evelyn dos Santos nesta segunda-feira, 9. “Nossa função é mediadora. Atuamos em defesa dos direitos da criança e do adolescente. Vamos conversar com os pais e fazer uma avaliação de cada caso; se necessário, será feito um acompanhamento familiar”, explicou, acrescentando que se os responsáveis não comparecerem ao Conselho, a família receberá uma visita do órgão após a segunda notificação.

O aumento nas queixas sobre adolescentes consumindo drogas e álcool no Centro levou a prefeitura a realizar a ação, que mobilizou a Polícia Militar, o Ministério Público estadual, a 1ª Vara de Família, Infância, Juventude e do Idoso, o Centro de Referência em Assistência Social (Creas) e até a Subsecretaria Municipal de Posturas a participarem da operação na noite da última sexta-feira, 6.

Policiais do 11º BPM foram distribuídos por cinco locais onde os jovens costumam consumir substâncias lícitas e ilícitas, como a Rua Monte Líbano, em que estão localizados os principais bares do município, e na Praça Getúlio Vargas. Alguns menores abordados estavam com garrafas ou copos de bebida alcoólica e outros com pequenas quantidades de drogas. Os pais foram chamados e compareceram ao local onde o filho foi flagrado.

"Nós, como pais, nos esmeramos em dar a ele uma boa educação, e por isso levamos um susto quando fomos acionados para vir buscá-lo. Mas enxergamos a ação com muito bons olhos, pois nos serviu de alerta em relação às amizades dele. Vamos ficar mais atentos", disse o pai de um dos jovens.

Durante a operação, três bares na Rua Monte Líbano, foram fechados por irregularidades no alvará ou falta dele, identificadas por fiscais de Posturas. Os nomes dos bares não foram divulgados pela prefeitura. Os comércios só poderão reabrir as portas após regularização da licença. A dona de casa Zenilda Neves estava em um dos bares fiscalizados, na companhia do marido e de três filhos, ela elogiou a operação.

“Achamos ótima essa iniciativa, porque está demais, os jovens estão se perdendo com o uso de bebidas e drogas. É preciso que ações como esta aconteçam para frear essa dura realidade”, comentou.

O 11º BPM informou que aumentou o patrulhamento nos arredores das praças Getúlio Vargas e Dermeval Barbosa Moreira, e também vem monitorando bares suspeitos de vender bebida alcoólica para menores. Se flagrados, os proprietários dos estabelecimentos comerciais podem ser punidos com detenção de dois a quatro anos e multa, se o fato não constituir crime mais grave.

Para a promotora de Justiça Simone Gomes, que também acompanhou a operação na última sexta-feira, 6, o aumento no consumo de álcool e drogas por adolescentes em Nova Friburgo é preocupante. “A forma como está acontecendo essa relação dos jovens com o uso dessas substâncias é abusiva e coloca a vida deles em risco, em especial pelo contato que eles passam a ter com tráfico. Preservar a integridade deles é uma responsabilidade dos pais e também do estado”, declarou a promotora.

De acordo com o secretário municipal de Política sobre Drogas, Daniel Lage, outras operações para inibir o consumo de álcool e drogas serão realizadas no município. “Essa atuação foi fruto de um planejamento que vem, cuidadosamente, sendo feito pela prefeitura há cerca de quatro meses. Recebemos muitas denúncias de vendas e consumo desses produtos pelos nossos adolescentes e não vamos medir esforços para coibir essa prática", observou Daniel.

Em Friburgo, a política antidrogas segue, segundo a prefeitura, o Plano Nacional Sobre Drogas, que recomenda a atuação em três eixos. O primeiro é a prevenção, através de palestras nas escolas e associações ou pelos stands montados em praças e locais públicos da cidade.

O segundo eixo é o acolhimento, que disponibiliza atendimento psicológico para o usuários e familiares, além de tratamento em grupos de ajuda, acompanhamento no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) ou nos Narcóticos Anônimos e no Nar-Anon. Por fim, o terceiro eixo foca na reinserção do usuário. Toda terça-feira, um profissional de Educação Física oferece treinamentos para jovens acautelados do Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad) a fim de desenvolver socialização, disciplina e valores.

TAGS: