Concluída primeira etapa da poda de árvores da Getúlio Vargas

No domingo 24 operação chegará às alamedas entre a Fundação D. João VI e a Estação Livre
segunda-feira, 11 de novembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Um caminhão iça um galho durante a operação domingo (Foto: PMNF)
Um caminhão iça um galho durante a operação domingo (Foto: PMNF)

 A Prefeitura de Nova Friburgo promoveu no último domingo, 10, a primeira etapa da operação de poda das árvores da Praça Getúlio Vargas. A ação foi iniciada lpor volta das 7h30, e finalizada ao meio-dia, um pouco antes do previsto. A limpeza da área foi feita simultaneamente à poda, de modo a agilizar os trabalhos. A segunda etapa será realizada no próximo dia 24.

De acordo com a prefeitura, pelo menos 21 árvores (não apenas eucaliptos) apresentavam a necessidade de poda em galhos secos, mortos ou muito inclinados. Isso foi o que apontou uma inspeção técnica realizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Grupo de Trabalho instituído pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da Praça.

A operação contou com a participação das secretarias de Meio Ambiente, Defesa Civil, Serviços Públicos, Ordem e Mobilidade Urbana, além da Guarda Civil Municipal, Fundação D. João VI e do Grupo de Trabalho TAC da Praça. Também participaram da ação, equipes do 6º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM), PM e Energisa que, inclusive, fez a interrupção do fornecimento de energia elétrica. Segundo a prefeitura, a Energisa comunicou moradores e comerciantes da área sobre o desligamento programado para a ação dentro do prazo estabelecido em seus protocolos.

A circulação de pedestres no perímetro de trabalho foi restrita e controlada pela Guarda Civil Municipal. Todo o local onde foi realizada a poda estava isolado, incluindo a praça, a via de tráfego e a calçada. O local estava devidamente sinalizado por fitas zebradas, placas e gradis, além da presença de agentes para orientação de motoristas e pedestres.

O trecho em continuação à Rua Sete de Setembro no sentido Avenida Alberto Braune foi o primeiro a receber a poda. No próximo dia 24, a outra área que passará pelo processo fica entre o casarão da Fundação D. João VI e a Estação Livre. Ambos os locais foram definidos como prioritários à intervenção, uma vez que estão submetidos ao tráfego intenso de carros, rede elétrica e aglomeração de pessoas.

 

TAGS: Meio Ambiente