Comitiva friburguense chega nesta terça à Suíça

Grupo de ginastas e músicos de choro animarão festa em Estavayer-le-lac com grupos de rock e fanfarras locais
terça-feira, 31 de julho de 2018
por Fernando Hirschy
O jornalista Fernando Hirschy em A VOZ DA SERRA (Arquivo AVS)
O jornalista Fernando Hirschy em A VOZ DA SERRA (Arquivo AVS)

O jornalista Fernando Hirschy, nascido em Nova Friburgo e radicado há 20 anos em Fribourg,  vai atuar como “correspondente” de A VOZ DA SERRA na Suíça, onde está o prefeito Renato Bravo para participar dos eventos comemorativos do Dia Nacional da Suíça, festejado nesta quarta-feira, 1º de agosto. Fernando é editor do site  www.swissinfo.ch em português, um serviço internacional da Sociedade Suíça de Radiodifusão e Televisão, criada há quase 90 anos. Hirschy tem feito a cobertura dos principais eventos alusivos aos 200 anos de Nova Friburgo e esteve na cidade em maio passado, quando, além da participação nas atividades do bicentenário, reviu familiares, amigos de infância e colegas de seus tempos de escola. A seguir,  a primeira reportagem de Fernando para A VOZ DA SERRA.

Chegaram nesta segunda-feira, 30, à Suíça os primeiros participantes de Nova Friburgo e região para as comemorações do Dia Nacional da Suíça, celebrado nesta quarta-fera, 1° de agosto: um grupo de 22 ginastas do INEC/SilvanaGym e nove músicos do conjunto de choro Os Matutos, de Cordeiro, animarão a festa na cidade de Estavayer-le-lac, no cantão de Fribourg, junto com grupos de rock e fanfarras da Suíça.

Convidado oficialmente pelo governo do cantão (estado) de Fribourg, o prefeito Renato Bravo chega nesta terça-feira à Suíça, acompanhado da primeira-dama Cristina Bravo; do presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Cruz; da chefe do cerimonial da prefeitura, Janaína Saad, e do tradutor Eduardo Martins. O convite para vir à Suíça foi entregue em mãos ao prefeito pelo presidente da “Association Fribourg-Nova Friburgo”, Raphael Fessler, em março de 2017. O governo do estado suíço pretendia, assim, demonstrar seu interesse em participar das comemorações do bicentenário de Nova Friburgo. O cantão de Fribourg investiu mais de R$ 700 mil em diversas manifestações para comemorar os 200 anos da “Suíça Brasileira”, que estão acontecendo durante todo o ano de 2018, na Suíça e no Brasil.

Segundo a representante da chancelaria de Estado de Fribourg, Martine Cottier-Chassot, a cidade de Estavayer-le-lac foi escolhida por ter sido de lá que, no dia 4 de julho de 1819, um grupo de 830 habitantes do cantão de Fribourg deixaram sua terra natal para fundar uma colônia suíça em Nova Friburgo. Nesta terça à noite, o governo do cantão de Fribourg oferecerá um jantar para acolher o prefeito e demais membros da delegação brasileira. A comitiva partirá na manhã do dia 1° para Estavayer-le-lac, onde se encontrará com o prefeito da cidade, André Losey, e diversas autoridades suíças dos cantões de Fribourg e do Jura, cantão que mandou o segundo maior contingente para Nova Friburgo.

Na quinta-feira, 2, o prefeito de Nova Friburgo fará uma excursão à montanha Moléson, um dos pontos turísticos do cantão de Fribourg que deu o nome ao queijo produzido pela queijaria suíça de Nova Friburgo. Renato Bravo e sua comitiva serão ainda recebidos por uma delegação da cidade de Fribourg no dia 3, deixando a Suíça no dia 4 de agosto.

TAGS: