Comércio pode estender horário de 20h para 22h a partir desta quarta

Acordo entre sindicatos, facultativo, vale até o próximo dia 24, véspera do Natal, e inclui domingos e segundas
segunda-feira, 10 de dezembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Comércio pode estender horário de 20h para 22h a partir desta quarta

Quem trabalha fora e não tempo durante o dia para comprar os presentes de Natal de familiares e os dos amigos secretos terá a partir desta quarta-feira, 12, mais chance para ir às compras sem ter que deixar tudo para os fins de semana ou para a última hora. O acordo firmado entre os sindicatos do Comércio Varejista e o dos Empregados no Comércio de Nova Friburgo prevê autorização as lojas para estenderem o expediente até as 22h, todos os dias, de amanhã, 12, até o próximo dia 24, véspera do Natal.

De acordo com o presidente do Sincomércio e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Braulio Rezende, o horário estendido tem como objetivo movimentar o comércio friburguense e oferecer conforto aos consumidores numa época de excesso de compromissos e correria. O acordo prevê que as lojas também poderão abrir até 22h também nos domingos, 16 e 23, e a partir das 9h nas segundas-feiras, 17 e 24, quando é adotada em Nova Friburgo a Semana Inglesa (abertura das lojas às 13h).

“As lojas que aderem ao horário ampliado devem seguir as condições fixadas na nossa convenção coletiva. Os direitos trabalhistas precisam ser integralmente preservados”, ressalta Braulio Rezende. Para ele, essa ampliação no horário favorece principalmente as pessoas que trabalham em horário comercial e deverão aumentar as vendas no principal período do ano para o comércio, que contempla a todos os segmentos: “As pessoas se veem atribuladas no fim do ano e sem tempo para fazer compras, principalmente as trabalham durante o expediente comercial. Com as lojas abertas até mais tarde, atendemos bem às necessidades do consumidor e contribuímos para incrementar as vendas no comércio local”, observa.

A ação, de acordo com o presidente do Sincomércio, também contribui para a vinda de clientes de outros municípios: “Nos últimos anos, percebemos que passaram a comprar nas nossas lojas não apenas moradores da região vizinha, mas pessoas de lugares mais distantes. Gente que vem de Campos, Itaperuna, Itaocara e Miracema, por exemplo, para comprar aqui os presentes de Natal porque nosso comércio é excelente, diversificado, tem ótimos preços e horário flexível em dezembro”, afirma Braulio.

TAGS: