Começam as inscrições para o Festival de Esquetes de Nova Friburgo

Evento é aberto a artistas profissionais e amadores de teatro
sábado, 04 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
No palco, os premiados no festiva de esquete do ano passado (Foto: Reprodução Internet)
No palco, os premiados no festiva de esquete do ano passado (Foto: Reprodução Internet)

O público que compareceu ano passado ao Teatro Municipal Laercio Ventura para assistir ao 1º Festival de Esquetes de Nova Friburgo, teve a oportunidade de assistir cenas de grupos locais, do Rio de Janeiro, Cabo Frio, Cantagalo e Niterói. O Fenf 2018 teve grande sucesso artístico e alcançou toda a cidade e região. Mesmo as pessoas que não foram ao teatro perceberam a movimentação que o festival provocou em Friburgo. Certamente o evento crescerá a cada edição porque o principal premiado é sempre o público, e sociedade como um todo, friburguense.

A 2ª edição do festival de cenas curtas de teatro de caráter competitivo, será nos dias 5, 6 e 7 de julho, no Teatro Municipal, aberto ao público. As inscrições já podem ser feitas pela internet a partir deste sábado, 4. Serão permitidas inscrições de grupos profissionais e amadores de todo o país.

Como funciona

Já está disponível na internet o edital do 2o Fenf, e até o dia 16 de junho, grupos de todo o país poderão enviar suas inscrições. No dia 24 de junho será anunciada a lista dos 20 selecionados. Cenas de dez minutos serão apresentadas nos dias 5 e 6 de julho, dez esquetes por dia. Destes, o júri selecionará dez trabalhos para serem apresentados no dia 7, na grande final e concorrer aos prêmios.

Categorias e premiação

Melhor esquete 1o, 2o, e 3o. lugares, melhor texto, ator, atriz, direção, melhor esquete no júri popular e prêmio especial do júri. Durante a semana do Fenf haverá oficinas teatrais com os participantes do festival, aberto também aos aos moradores.

Informações para inscrições e edital

Instagram: @fenfnovafriburgo

Facebook: Fenf Nova Friburgo

Sobre o realizador

Lincoln Vargas iniciou sua carreira em Nova Friburgo, aos 15 anos, como músico. Trabalhou aqui até os 19 anos e em 1997, foi para o Rio de Janeiro estudar teatro. Desde então, trabalhou como ator, diretor, produtor, diretor musical. Realizou e dirigiu as 23 edições da mostra de Esquetes do Tablado, além de ser professor na escola de lá. Também dirigiu quatro festivais de esquetes no Rio de Janeiro, entre os anos 2006 e 2009. Realizou o Fenf do ano passado.

No cinema trabalhou como assistente de direção em quatro filmes de Domingos Oliveira e fez participações como ator em outros. Teve também um programa cultural na Rádio Roquete Pinto, durante oito anos. Na televisão participa de diversos programas, novelas e seriados. Atualmente é professor do teatro Tablado, além de músico, diretor, ator e produtor.

 

Foto da galeria
TAGS: Flenf | Teatro