Câmara recebe comitiva portuguesa em comemoração ao 150 anos da Campesina

Cooperação musical entre Brasil e Portugal por meio da música diminui as fronteiras entre os países
terça-feira, 07 de janeiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Carlos Magno da Silva entrega o título de sócio honorário da Banda Campesina ao cônsul geral de Portugal, embaixador Jaime Leitão, ao lado do vereador Alexandre Cruz
Carlos Magno da Silva entrega o título de sócio honorário da Banda Campesina ao cônsul geral de Portugal, embaixador Jaime Leitão, ao lado do vereador Alexandre Cruz

O presidente da Câmara Municipal de Nova Friburgo, vereador Alexandre Cruz (Cidadania), recebeu na segunda-feira, 6, uma comitiva com autoridades portuguesas em comemoração aos 150 anos da Sociedade Musical Beneficente Campesina Friburguense.

No encontro, realizado na sala da presidência do Poder Legislativo Municipal, compareceram as segujintes autoridades portuguesas: cônsul de Portugal no Rio de Janeiro, embaixador Jaime Leitão; presidente da Freguesia de Lorvão, Alípio Rui Félix Batista; presidente da Freguesia de Figueira de Lorvão, Pedro Assunção; representante da Filarmônica Portuguesa, Antônio Mateus da Fonseca; presidente da Banda de Açores, Lázaro Matos; vice-presidente da vila Penacova, distrito de Coimbra, João Filipe Martins Azadinho Cordeiro; vereador da Câmara de Penacova, Luís Pedro Barbosa Antunes; vice-presidente da Filarmônica Portuguesa, Manuel da Silva Santos; e presidente do Clube Recreativo Grêmio Português, Olivério Manoel Carvalho.

Segundo o cônsul geral Jaime Leitão, essa cooperação entre Brasil e Portugal por meio da música diminui as fronteiras entre os países. “A música é a melhor maneira de as pessoas se encontrarem. Há uma história de uma batalha em que dois inimigos, na véspera do combate, juntaram seus exércitos por causa da música. Portanto, acredito que a música não tem barreiras assim como também não existem barreiras entre Portugal e Brasil. E o que mais me interessa é que haja cada vez mais ligação entre Portugal e Brasil”, destacou.

De acordo com o representante da Filarmônica portuguesa, Antônio Mateus, este foi um evento muito importante. “Como temos uma história ligada ao Brasil, estamos aqui para fortalecer esses laços e agradecer a esse povo brasileiro que é espetacular”. João Felipe, vice-presidente de Penacova, também comentou sobre a parceria luso-brasileira. “Mais uma vez estamos aqui presentes para solidificarmos essa parceria com o município de Nova Friburgo justamente com as duas filarmônicas. A filarmônica de Portugal completará 100 anos. Essa inspiração começou na música e que passe também para as áreas do desporto, da juventude, empresarial. Portanto é algo que queríamos aqui estabelecer as bases para que dure muitos e muitos anos”.

Composta por 70 músicos, a Banda Campesina Friburguense é considerada de utilidade pública municipal e estadual além de ser Patrimônio Histórico-Cultural do Estado do Rio de Janeiro. Em junho de 2016, a convite do Corpo de Bombeiros Militar de Nova Friburgo participou da Sessão Solene da Câmara Municipal de Nova Friburgo na comemoração dos 160 anos da Corporação.

 

TAGS: