Câmara de Vereadores implanta ponto biométrico a partir de segunda

Medida adotada por acordo entre MP e Legislativo submeterá 140 servidores (25 efetivos e 115 comissionados) a controle de presença
quinta-feira, 19 de setembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Câmara de Vereadores implanta ponto biométrico a partir de segunda

A partir da próxima segunda-feira, 23, todos os 140 servidores (25 efetivos e 115 comissionados) da Câmara de Vereadores de Nova Friburgo irão utilizar o sistema de ponto eletrônico como forma de controle de presença. A ação é mais uma visando ao cumprimento das metas estabelecidas no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado pelo Poder Legislativo municipal com o Ministério Público em fevereiro deste ano.

“A implantação do sistema biométrico foi discutida com o MP e  vai ao encontro da nossa filosofia de administração pública, que proporciona moralidade e transparência administrativa. Desde o início da nossa administração buscamos a valorização do servidor público municipal. Mas também exigimos a contrapartida do servidor com a prestação do serviço de forma eficiente, inclusive com a cobrança da pontualidade e assiduidade. Todos os servidores devem registrar o ponto, inclusive os comissionados”, declarou o presidente da Câmara, vereador Alexandre Cruz.

Mas a medida parece não ter agradado a todos. Conforme antecipado por A VOZ DA SERRA na coluna Massimo desta quarta-feira, 18, durante uma reunião na terça-feira, 17, em que todos os assessores foram convocados para que tomassem ciência da nova determinação, “diante da multidão que compareceu à casa legislativa, o vereador Zezinho do Caminhão não se conteve e se disse admirado com a quantidade de rostos que jamais havia visto por ali”, escreveu o colunista.

Compromissos já cumpridos pela Câmara

Entre os compromissos assumidos e já cumpridos pelo Poder Legislativo Municipal estão a exoneração de 44 ocupantes de cargos em comissão – medida que diminuiu de até seis para no máximo quatro o número de assessores que cada vereador tem direito; a abstenção de contratar pessoa física sob a forma de autônomo para o exercício de atividades próprias de servidores públicos efetivos; e a implantação do Portal da Transparência da Câmara Municipal de Nova Friburgo, para que seja feita a publicação das informações relativas aos atos administrativos do órgão e de seus servidores.

 

TAGS: Governo