Bombeiros e PM vão receber mais doações do MP do Trabalho

Drones e equipamentos para resgates e viaturas têm sido entregues através de indenizações trabalhistas pagas por empresas
sexta-feira, 31 de maio de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Um dos drones é testado na sede do MPT (Fotos: Alerrandre Barros)
Um dos drones é testado na sede do MPT (Fotos: Alerrandre Barros)

 

O Ministério Público do Trabalho (MPT), em Nova Friburgo, vai fazer mais doações de equipamentos para o 6º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM) e o 11º BPM, ambos na cidade, e para o 16º GBM, em Teresópolis. As doações decorrem de indenizações pagas por empresas em acordos ou ações movidas pela Procuradoria do Trabalho.

Em Friburgo, os bombeiros vão começar a receber a partir de julho navegadores GPS e macas para resgate. Em dezembro, o quartel também vai ganhar uma unidade de estação meteorológica. Conforme noticiou A VOZ DA SERRA, em abril o 6º GBM já havia recebido dois drones para o monitoramento de incêndios e auxílio em resgates, e seis sopradores, utilizados no combate a incêndios em vegetação e subterrâneos, com jatos conjuntos de água e ar.

O 11º BPM, em Nova Friburgo, também será contemplado, até o fim deste ano, com a doação de uma nova viatura descaracterizada para transporte dos policiais militares que atuam no Serviço Reservado (P2). A viatura utilizada atualmente pelos agentes que atuam à paisana está bastante deteriorada devido ao tempo de uso.

Em Teresópolis, outro município de atuação do MPT, os bombeiros também receberão, a partir de junho, dezenas de ferramentas para uso no resgate de vítimas. Parte desses equipamentos, como capacetes e coletes para salvamento aquático, e saco e rede de arremesso também para resgates, já haviam sido entregues em abril e maio. Em julho, o 16º GBM também vai aprimorar o sistema monitoramento por câmeras e instalará um portão eletrônico no quartel com as doações.  

A formalização das doações ocorreu na última sexta-feira, 31 de maio, no MPT de Friburgo, em um encontro do procurador do Trabalho, Jefferson Rodrigues, com o comandante do 11º BPM, coronel Paulo Roberto das Neves, o comandante do 6ª GBM, tenente-coronel Thiago Nunes Alecrim da Silveira, e o comandante do 16º GBM, tenente-coronel Fábio dos Santos Souza. A vereadora Vanderleia Lima também participou da reunião.

Recursos revertidos para a sociedade

“Esses equipamentos são adquiridos com indenizações pagas por empresas de Teresópolis e Nova Friburgo que descumpriram acordos ou foram condenadas em ações trabalhistas movidas pelo MPT. Em vez de aplicarmos esse dinheiro em um fundo, destinamos-o a instituições que prestam serviços à sociedade, entre elas, o Corpo de Bombeiros e a PM”, disse o procurador Jefferson Rodrigues.

O comandante do 6º GBM, Thiago Alecrim, afirmou que os equipamentos doados vão reduzir custos operacionais do quartel. “Hoje eu preciso acionar um helicóptero para monitorar a progressão de um incêndio florestal na região. Com a doação dos drones, eu já consigo fazer isso sem a necessidade do uso do helicóptero”, exemplificou ele, agradecido.

Fábio dos Santos Souza, comandante dos bombeiros em Teresópolis, também celebrou a parceria com o MPT. “Quando fomos comunicados de que receberíamos doações, jamais imaginei que fossem dessa grandeza. As doações robustecem nossa capacidade de atuação tanto do ponto de vista administrativo como operacional. Os bombeiros do meu quartel estão muitos felizes e entusiasmados” disse ele.

Já o comandante do 11º BPM, coronel Paulo Roberto das Neves, destacou que a integração do MPT com a polícia é importantíssima. “Vocês (MPT) são os fiscais da lei. Nós, fazemos a lei ser cumprida. Essa junção de pensamentos tem trazido muitas coisas boas para nós. Não só no auxílio logístico. A capacidade de integração tem feito a diferença em nossa atuação na região”, afirmou o policial.

 

TAGS: