Bairros friburguenses poderão ser monitorados por câmeras

Vigilância por imagens já funciona experimentalmente em Teresópolis e ampliaria alcance do Cidade Inteligente
quarta-feira, 02 de outubro de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
A reunião do Conseg (Divulgação)
A reunião do Conseg (Divulgação)

Um projeto de segurança que monitora por câmeras um bairro de Teresópolis pode ser implementado também em Nova Friburgo, informou o Conselho Comunitário de Segurança da cidade (Conseg). A iniciativa foi apresentada a representantes da prefeitura, da Polícia Militar e a empresários, na última sexta-feira, 27 de setembro, em reunião na Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf).

Em Teresópolis, o projeto-piloto Bairro Seguro começou em março no bairro Parque do Imbuí. Iniciativa de moradores, com apoio do 30º BPM (Teresópolis), foram instaladas quatro câmeras nos principais acessos à localidade. Os equipamentos de última geração enviam imagens em tempo real à polícia e a membros da associação de moradores por meio de um aplicativo desenvolvido pela empresa NGT. 

Representantes da empresa estiveram em Friburgo na última sexta-feira para apresentar o sistema numa reunião organizada pelo Conseg na Acianf. A intenção é trazer o projeto para a cidade, ampliando o alcance da central de monitoramento por câmeras existente no município, o Cidade Inteligente, gerido pela Secretaria municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, e que já vem sendo usado pela PM nas ações de segurança pública. 

O comandante do 30º BPM, coronel Marco Aurélio Santos, também participou do encontro e explicou que o projeto Bairro Seguro, funciona bem em Teresópolis, foi uma iniciativa de moradores, com apoio do batalhão. “É um sistema bem completo de averiguação de rostos, placas de veículos, entre outras ferramentas tecnológicas que auxiliam na investigação policial”, informou ele ao Conseg.

Os presidentes do Conseg friburguense, coronel PM James de Barros, e da Acianf, Júlio Cordeiro, aprovaram a iniciativa e disseram que será feito o que estiver ao alcance das duas entidades para que o projeto seja levado adiante em Friburgo. A Acianf informou que vai mobilizar empresas locais para investirem na iniciativa. As duas entidades também se disponibilizaram na reunião a dar o apoio necessário à instalação dos equipamentos no 11º BPM.

O coronel James de Barros disse que a iniciativa irá melhorar o trabalho que a Polícia Militar realiza no município, dando um suporte ao efetivo de policiais existente e a central de denúncias 190 e, com isso, reduzir o índice de criminalidade em Friburgo, que já é considerada uma das mais seguras do estado. Esse trabalho, segundo o coronel James, aliado à tecnologia, vai proporcionar ao município uma maior sensação de segurança e estimular a economia local. 

Participaram do encontro também o comandante do 11º BPM, coronel Paulo Roberto das Neves, o secretário de Ciência e Tecnologia, Marcelo Verly, e o subsecretário, José Loyola Bechara; o secretário de Ordem e Mobilidade Urbana, Marques Henrique; o comandante da Guarda Municipal, Carlos Freitas; e o secretário de Defesa Civil, Robson José Teixeira, entre outros. 

 

TAGS: Segurança