Atletas vão encarar 12 horas de prova na Ultramaratona em Macaé

Ao todo, são mais de 100 voltas no percurso, num total que gira em torno dos 97km
quarta-feira, 22 de março de 2017
por Vinicius Gastin
Jaqueline junto aos companheiros de Ascof: equipe espera alcançar grandes resultados em Macaé
Jaqueline junto aos companheiros de Ascof: equipe espera alcançar grandes resultados em Macaé

Na maratona do dia a dia, trabalhar, estudar e cumprir todas as obrigações em 12 horas nem sempre é simples. Imagine, então, encarar metade de um dia nas pistas, sem parar, em busca de uma linha de chegada. Pois um grupo de friburguenses vai encarar esse, que é mais do que um super desafio. Uma Ultramaratona, em Macaé, com direito a destaque para uma corredora de Nova Friburgo. 

Em sua primeira participação, Jaqueline Abreu, representando a Ascof (Associação dos Corredores Friburguenses) foi capaz de cumprir todo o percurso em 12 horas e ainda conquistar o vice-campeonato da prova. A expectativa é a de superar o desempenho neste fim de semana, dias 25 e 26, quando acontece a prova na orla da Praia da Imbetiba.

“Tenho certeza de que o rendimento vai melhorar. Treinei bastante, durante todo o ano, tive o acompanhamento de treinadores e demais membros da equipe. Vou tentar fazer o meu melhor, e estou preparada para isso”, afirma Jaqueline, que no ano passado travou uma grande disputa pela segunda colocação, correndo lado a lado durante aproximadamente três horas com a carioca Cris Fernandes, que não resistiu ao ritmo da friburguense e ficou pra trás. A campeã foi a atleta do Vasco da Gama, Ana Luíza de Farias da Gama, acostumada a participar e conquistar o título de diversas ultramaratonas importantes pelo país.

Assim como a atleta, mais corredores de Nova Friburgo irão participar da prova, dentre eles, o experiente Julio Cezar Castro, também da Ascof, acostumado a participar de diversas provas importantes em várias cidades do Brasil. Ano passado, Gustavo Coimbra de Oliveira foi o quarto colocado na prova de seis horas, enquanto Sebastião Guilherme Simas foi o oitavo na categoria 40 a 49 anos, encarando o percurso de 12 horas.
A prova

A ultramaratona geralmente é disputada num percurso fechado, onde os corredores dão voltas por um tempo determinado e vence quem corre a maior distância. Em Macaé serão 12 horas, com o máximo de 70 participantes, ou seis horas, em prova que vai contar com até 50 atletas. Os corredores largam às 20h do dia 25, e finalizam a prova apenas às 8h do dia seguinte. A premiação acontece às 9h. Dentre as 12 horas de corridas há apenas três intervalos de dez minutos cada para alimentação e hidratação. 

Ao todo, são mais de 100 voltas no percurso, num total que gira em torno dos 97km, marca que fez de Jaqueline o principal destaque do evento no ano passado. Vale ressaltar que ela era estreante na modalidade e se preparou por apenas três meses para o evento na edição passada. Participam da prova em Macaé atletas de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Porto Alegre, Vitória, Curitiba e de quase todas as cidades do Rio de Janeiro, tais como Campos dos Goytacazes, Itaperuna, Cabo Frio, São Pedro de Aldeia, Iguaba, Rio Bonito, Nova Friburgo, Conceição de Macabu, Teresópolis, Rio das Ostras e Macaé. 

Foto da galeria
Treinamento preza pela qualidade da corrida e resistência: preparação é o segredo para a ultramaratona
TAGS: corrida